Pandemônio – Último Capítulo

page

UMA NOVELA DE NANDO BRAGA 

DIREÇÃO DE VINNY LOPES

228 - Cópia - Cópia (6)

25° CAPÍTULO

Orquestra inicia música da entrada da noiva. Muryellen adentra e desacompanhada, caminha em direção ao altar. Ela se aproxima, cerimonialista inicia cerimônia em off. 

Cerimonialista – Augusto Burlamaqui aceita Muryellen Bittencourt como a sua legítima esposa? 

AUgusto – É tudo que eu mais quero, aceito. 

Cerimonialista – Muryellen Bittencourt aceita Augusto Burlamaqui como o seu legítimo esposo? 

Luz do salão apaga. A escuridão plena. Dois minutos depois as luzes voltam. Augusto está sangrando no chão. 

Muryellen – Augusto?! NÃAAO! 

O Cruzeiro já está no mar. Helicóptero se aproxima do heliporto. 

Alice – Meu Deus será que ele está morto?! 

Téo – Parece que ele levou um tiro. 

Pânico toma conta dos convidados no salão de festas. 

Delegado – O que aconteceu aqui? 

Atriz famosa – Parece que mataram o noivo no altar! 

Corre.  

Delegado – Caramba viemos solucionar um crime e nos deparamos com outro! Policiais não permitem que ninguém saia deste navio! 

Policiais saem fora do salão e trancam. Muryellen chora sob o corpo de Augusto.  

Delegado – Emanuel Edgar Camargo? Vulgo Muryellen Bittencourt? O senhor ou a senhora como preferir que a chame, está presa! Acusada de assassinar Sander Reis! 

Alguém tenta sair do salão mas é impedido pela polícia. 

Tônia – Eu tenho que sair, meu filho tenho claustrofobia, morro em ficar em lugares fechados! 

Policial 1 – Desculpa senhora mas a ordem que recebi é não deixar ninguém passar, infelizmente nem a senhora quem eu sou fã, assistia todos os dias o seu programa. 

Algemada e levada pelo delegado, passa por Tônia. 

Muryellen – Mãe? Você aqui?! 

Tônia – Não poderia deixar de não prestigiar este momento tão sublime na sua vida minha filha. 

[flashback on] 

Muryellen entrega convite para Tônia.  

Tônia – Que isso? Convite de casamento?!  

Muryellen – Vou me casar com o Augusto mamãe. Diferente do meu primeiro casamento, espero contar com a sua presença ao meu lado no altar e como madrinha! Já que não podem descobrir os laços de sangue que nos une.   

Tônia – Filha, perdoe a mamãe mas não admito que se case com quem tem idade para ser o seu pai! Ainda mais quem se trata, o ex-sogro. Estarei presente de alma. 

[flashback off] 

Delegado – Chega de papo de comadre, tenho outro crime para desvendar!  

Encaminha Muryellen presa para fora do salão.  

[Abertura]

STOCK-SHOTS – NAVIO 

Imagens externas do navio.  

CORTA PARA: CRUZEIRO – INTERIOR – CABINE DE COMANDO – MANHà

Delegado fala ao microfone do navio. 

Delegado – Caros navegantes, não há motivo para pânico. A polícia militar de São Paulo está no navio, tomando as providências cabíveis. Pedimos encarecidamente a contribuição de todos, permaneçam em suas respectivas cabines! – Toca sirene – É o toque de recolher!  

CRUZEIRO – INTERIOR – CORREDOR – MANHà

Eufórica, Alexia anda num lado do corredor. 

Alexia, celular – Vitório aconteceu algo terrível com o seu pai. 

Perturbado, Vitório também caminha por outro lado dum corredor. 

Vitório, celular – Tem desgraça maior do que descobrir que a mulher que ia se casar na verdade era um homem? 

Alexia, celular – Tem… Ele foi morto! 

Alexia e Vitório se esbarram ao cruzarem corredores. 

Vitório – Alexia? 

Alexia – O que faz aqui Vitório?! Não disse que não viria nem morto pra este evento?! 

Ele engole à seco. Olha para todos os lados, abre cabine e puxa para dentro Alexia. 

Vitório – Ninguém pode saber que eu estive aqui! 

Alexia – Você não tem nada a ver com a morte do seu pai ou tem? 

Vitório – Só não quero ser acusado, apontado como principal suspeito, de algo que não fiz! 

CRUZEIRO – EXTERIOR – PROA – MANHà

Observando o mar, Vicente atende ligação. 

Vicente, celular – Doutor Márcio e então? Qual foi o resultado dos exames? 

Dr. Márcio, telefone – Vicente a perícia foi feita no corpo exumado do pai do Neronte, e diferente do que foi publicado no laudo da morte, ele não faleceu em decorrência do acidente. Ele morreu por insuficiência de ar, asfixiado.  

Vicente, celular – Então alguém pode ter matado ele? 

Dr. Márcio – Agora vem a maior surpresa, ao que tudo parece, indica que o próprio filho assassinou o pai. Vou te mandar a cópia das filmagens e tire a sua conclusão. As horas da morte coincide com a visita do Neronte ao local. 

Vicente desliga celular, observa Neronte e Alana aos beijos. 

Alana – Amor já viu o seu Instagram? Te marquei numa foto. 

Neronte – Vejo mais tarde/ 

Alana – Agora! 

Bufa e apanha celular do bolso da calça.  

Neronte – A foto de uma mamadeira? Dizem que uma imagem fala mais do que mil palavras, eu sou de esquerda e prefiro as mil palavras.  

Alana – Estou grávida Nero, você vai ser papai. 

Emocionados, comemoram. Chegam no celular de Vicente gravações das câmeras de vigilância do corredor próximo do quarto hospitalar do pai de Neronte. 

CRUZEIRO – INTERIOR – CABINE JHONY – BANHEIRO – MANHà

Jhony toma banho. Oliver abre a porta da cabine e vai tirando a roupa.  

[flashback on] 

Oliver carrega corpo de Jhony desmaiado para dentro da mansão./CORTA Atira Jhony na cama.  

Oliver – Agora você é meu…  

Vai tirando a roupa. Completamente nu, abaixa calças de Jhony, põe ele de bruços na cama, com cordas, amarra mãos e pés e deixa para o lado de fora, ficando quase de quatro. Lenço é amarrado na boca de Jhony. Com o pênis já ereto, enfia em Jhony sem dó nem piedade, que sente e desperta. Olhos enchem de lágrimas. Oliver inicia o estupro, Jhony agoniza de dor. CLOSET no sofrimento. 

[flashback off] 

Oliver – Não resisto a você! 

Entra no chuveiro junto a Jhony. 

Jhony – Sai daqui ou eu vou gritar! Socorro! 

Oliver – Cala a boca e geme! Viado de cu apertado!  

Tenta estuprar Jhony, alguém dá soco em Oliver que cai, bate a cabeça e desmaia. Pessoa ampara Jhony. 

SONOPLASTIA: TEMA JHONY & TÉO – UNIVERSO PARALELO (VINNY)

Téo – Tá bem Jhony? Ele fez alguma coisa com você?! 

Jhony – Téo? 

Se abraçam. Jhony chora.  

Téo – Vai ficar bem, tá? Desta vez o crápula enrustido do meu pai não vai escapar do que merece, a prisão. 

Se olham e de baixo do chuveiro, aos poucos aproximam bocas e se beijam. 

SP – HOSPITAL – INTERIOR – QTO FÁBIO – MANHà

Deitado na cama, Fábio se recupera de transfusão de sangue. Ele desperta e aciona apertando um botão ao lado da cama, uma enfermeira. 

Enfermeira – Pois não Fábio? 

Fábio – A Veronidique, aonde ela está? 

Enfermeira – Saiu algumas horas atrás. Tinha um casamento para ir. 

CORTA PARA: CRUZEIRO – INTERIOR – CABINE MISTERIOSA – TARDE 

Pessoa misteriosa, com luvas brancas, digita no “google tradutor” frase, em seguida faz ligação. Delegado atende. 

Delegado, celular – Boa tarde, Delegado Silva como posso ajudar?  

Voz do google, telefone – Eu sei quem é o assassino do Augusto, ela se chama Veronidique Burlamaqui. Ex-esposa do finado. 

CORTA PARA: CRUZEIRO – INTERIOR – BAR – TARDE 

Bêbada, Veronidique toma whisky no balcão do bar. 

Veronidique, alcoolizada – Jaz um homem que o mundo detestava! Brinde à Augusto Burlamaqui! Uma pena eu não ter tido o prazer de te matar! A quem fez aquilo, vou dar meia hora de bunda com relógio parado!  

Alguém coloca na bolsa de Veronidique em cima do balcão uma pistola com silenciador de tiro. Pessoa utiliza as luvas brancas e some. Segundos depois, o delegado junto a policias se aproximam.  

Delegado – Veronidique Burlamaqui? A senhora está convidada para me acompanhar até a minha cabine. Preciso te interrogar, foi acusada de assassinar o seu ex-marido. Até que não se prove contrário, fica como a principal suspeita do crime. 

Policial feminina começa revistar.  

Veronidique – Quem não deve não teme, vamos delegado.  

Policial feminina – Delegado, flagra só isso! A arma do crime! 

Delegado – Prendem ela!  

Veronidique corre, tenta fugir mas é pega. 

Delegado – Você tem o direito de permanecer calada!  

SP – HOSPITAL – INTERIOR – QTO LARA – TARDE 

Sentada na cama, toda enfaixada, médico ajuda tirar faixa da cabeça de Lara.  

Médico – Lara, como sabe, você teve 90% do corpo queimado, é um verdadeiro milagre ter sobrevivido, diferente do seu marido Lincoln que faleceu carbonizado, vão restar apenas sequelas em você, seja forte. Existem plásticas que podem amenizar as marcas. 

Entrega espelho, ela se olha, chocada com que vê, chora e joga espelho no chão. 

Lara – Tô monstruosa! Doutor, do jeito que está a minha filha vai ter pavor de me ver! Não quero que ela me veja, nem a minha filha e nem a Samanta. 

Deita na cama e põe rosto debaixo de travesseiro.  

SONOPLASTIA: TEMA LARA & SAMANTA – I LOVE YOU (ALESSANDRA MAESTRINI)

Samanta – Me apaixonei por você Lara pelo que é internamente, não pelo externo que as vezes pode ser tão fútil e vulgar. A sua beleza de conhecimento supera as aparências. 

Lara – SAI DAQUI SAMANTA, SAI DAQUI! 

Joga travesseiro. 

Samanta – Não antes de você me responder! Alianças podem entrar! Lara casa comigo?  

Julinha adentra ao quarto com as alianças numa almofadinha. Lara se emociona. 

Julinha – Aceita mamãe, quero ter duas mãezinhas. 

Lara chora e com a voz embargada por choro diz que aceita. Samanta coloca as alianças, põe Julinha na cama, e as três se abraçam.  

STOCK-SHOTS – ANOITECE 

CORTA PARA: CRUZEIRO – INTERIOR – CABINE DO DELEGADO – NOITE 

Algemada, Veronidique é interrogada. 

Veronidique – Eu não matei o Augusto! Infelizmente alguém foi mais eficiente do que eu e deu a ele o que merecia, a morte!  

Delegado – Você tinha todos os motivos para ter cometido o crime. Inclusive mais motivos do que todos os suspeitos juntos! O Augusto te traia com a esposa do seu enteado, tentou te passar a perna na herança das empresas, tentou te assassinar e o mais recente acontecimento foi a descoberta que o seu filho não estava morto como o Augusto afirmava durante esses anos todos. Na verdade ele estava mais perto do que imaginava. Era o personal training.  

Veronidique – Vim mesmo para assassinar o Augusto, queria brindar num cálice de ouro com o sangue do próprio a sua morte. Mas nem competência tive. 

Delegado – Qual a justificativa para a arma utilizada no crime estar com você? 

Veronidique – Sei tão pouco quanto vocês da polícia! 

Investigador – Se isso a torna menos suspeita, delegado as impressões digitais na arma não são da detida.  

Delegado – Então de quem são?! 

CORTA PARA: CRUZEIRO – POÇO – INTERIOR – NOITE 

Garçom suspeito desce até o poço do navio. Escondido num lugar, está maleta de dinheiro. Ele retira as luvas brancas e abre, são milhares de dólares. 

Garçom – Como o senhor havia prometido… Quanto dinheiro meu Deus… É muito pra mim, nem sei por onde começar a gastar. 

Pega maleta e vai saindo do local. No deck esbarra em Alexia e deixa cair a maleta, ela se abre. 

Alexia – O que você faz com esse dinheiro todo? Não me venha dizer que é seu, hoje eu sou rica, uma personalidade da mídia, apresento o reality “Esposas de homens ricos”, mas nem por isso renego o meu passado como garçonete. Sei que ganha pouco, portanto desembucha logo de quem roubou e vamos partilhar desta fortuna. Ou chamo a polícia! Eles estão famintos para prender gente!  

Garçom – Esse dinheiro é meu, ganhei e só Deus sabe como me arrisquei por ele! Não será uma mulher grávida que vai me atrapalhar!  

Empurra Alexia e sai correndo. Ela cai, bate as costas, rapidamente se levanta e segue o garçom.   

Alexia – Socorro! Peguem ele! Polícia! 

Na cabine do delegado, ele ouve gritos. 

Delegado – Que gritos são esses?! Parece um pandemônio! 

Sai correndo, ao abrir a porta, garçom fugitivo passa por ele.  

Alexia – Delegado tudo leva a crer que aquele homem é o responsável pela morte do meu sogro! 

Delegado aciona policiais, uma perseguição acontece dentro do cruzeiro. Toque de recolher é dado. Ele chega a proa da embarcação.  

Delegado, alto falante – Se entrega, não tem mais pra onde fugir. 

Garçom – Eu não tive culpa senhor, não tive. Ele me pagou para assassina-lo. 

Delegado – Ele quem? 

Vai se aproximando, garçom não gosta. 

Garçom – Não dê mais nenhum passo ou eu pulo do navio! Valo mais vivo do que morto! 

Delegado, alto falante – Tem razão, nós não vamos fazer nada contra você, eu proíbo, te dou a minha palavra… 

Faz sinal para atirador no alto do cruzeiro. 

Garçom – O Augusto me pagou para mata-lo.  

Vitório – Porque o meu pai faria isso? 

Garçom – Ele soube que o câncer estava em fase terminal, descobriu que a noiva era no passado um homem, foi também notificado por dívidas, quis tirar a vida de olho no seguro que as empresas receberiam com a sua morte. Ele deu a vida para salvar as empresas da família!  

Delegado – Alguém mais estava envolvido nisso?! 

Garçom vê atirador se preparando para atirar. 

Garçom – Não vou dar o gosto de me matarem… Prefiro morrer milionário por alguns minutos. 

Pula do navio em pleno movimento com os dólares na maleta. Atirador atira. 

Delegado – Suspende! Suspende droga! Não era pra atirar! Merda… 

Próxima do local, Alexia sente algo saindo da virilha. 

Alexia – A bolsa estourou? – Passa a mão e entra em pânico – Tô sangrando?! Socorro! 

Vitório – Que foi Alexia?! 

Alexia – Vitório estou sangrando! 

Delegado – Leve ela para o helicóptero, vai! 

Vitório pega Alexia no colo e vão para o helicóptero no heliponto do luxuoso cruzeiro. Ao entrarem, piloto liga aeronave e aos poucos sobem pouso.   

STOCK-SHOTS – SÃO PAULO 

CORTA PARA: SP – HOSPITAL – INTERIOR – CORREDOR – NOITE 

Já na maca, equipe médica corre para a sala de cirurgia com Alexia. 

Cirurgião – De quantos meses ela está?! 

Vitório – Cinco doutor!  

Assistente – Teremos que fazer cesárea!  

Vão entrando na sala de cirurgia, Vitório é impedido por enfermeiro. 

Enfermeiro – Infelizmente, como o parto é de risco, você não poderá acompanhar, perdão. 

Vitório entra em aflição. 

Vitório – Droga! – Pega celular e faz ligação – Alô Luiza? A sua irmã tá dando a luz, sei que não estão se falando, mas acho importante deixar as intrigas de lado, você precisa vir aqui. Tô com uma sensação estranha… Uma angustia…  

CORTA PARA: SP – HOSPITAL – INTERIOR – SALA DE CIRURGIA – NOITE 

Parto de Alexia é feito.  

Assistente – Doutor, doutor, o batimento cardíaco da paciente está caindo…  

Enfermeira – Há muito sangue, doutor ela está tendo hemorragia! 

Médico – Ou é a mãe ou o bebê!  

Se olham apreensivos.  

UM MÊS DEPOIS 

SONOPLASTIA: TEMA GERAL – COMPORTAMENTO GERAL (MARIA RITA)

SP – TELEBRAS – INTERIOR – ESTÚDIO JORNAL DA TELEBRAS EDIÇÃO MANHà – MANHà

Jhony apresenta telejornal matutino. 

Jhony – Olá, bom dia, sábado dia 22 de agosto de 2015, eu sou Jhony Toledo e começa agora o Jornal da Telebras, edição da manhã. Veja os fatos que são notícia do Brasil e do Mundo agora. 

Entra VT, Téo nos bastidores, manda beijo para Jhony. Eles estão casados. 

SONOPLASTIA: TEMA JHONY & TÉO – UNIVERSO PARALELO (VINNY)

SP – REALITY SHOW A FAZENDA – INTERIOR – CASA – MANHà

Oliver limpa curral de porcos num reality show. 

Oliver – Ai que decadência! Quero a minha antiga vida de principal jornalista da Telebras de volta…  

Porco corre em direção à Oliver, ele se assusta, corre, escorrega e cai em poça de barro.  

SP – CAFETERIA – INTERIOR – MANHà

Maristela lia livro e tomava café. Um homem se aproxima. 

SONOPLASTIA: TEMA MARISTELA – TANTO FAZ (FAGNER) 

Homem – Maristela? É você mesma? 

Maristela – Rodrigo? Há quanto tempo…  

Se cumprimentam beijando as bochechas, se olham e sorriem surpresos e contentes. 

SP – MASP – INTERIOR – MANHà

No Masp, Lara expõe suas obras de artes. 

SONOPLASTIA: TEMA LARA & SAMANTA – I LOVE YOU (ALESSANDRA MAESTRINI)

Samanta – Querida a exposição está divida! Como artista plástica, você é ótima!  

Lara e Samanta se beijam. 

Mulher – Lara Rezende? Prazer Ágata Moreira, gostei muito do seu trabalho e confesso que me surpreendi. A critica toda nacional e internacional está ajoelhada diante de você, organizo exposições para fora do país, ficaria honrada em levar o seu trabalho para o museu do Louvre em Paris. Podemos negociar? 

Lara – Claro… 

Emocionada comemora. 

SP/CIDADE DO INTERIOR – MECÂNICA DERICK – INTERIOR – MANHà

Derick conserta veículo de baixo dele. Ouve passos e sai.  

Derick – Alice? 

Alice – Toda boa filha à cidade natal retorna. O seriado entrou em hiatus, ganhei férias. Senti saudades suas… 

Emocionado pega Alice no colo e a beija. 

SP – PRESÍDIO MASCULINO – INTERIOR – SALA DE VISITAS – MANHà

Alana entrega fotos do bebê para Neronte, preso. 

Neronte – O nosso filho está lindo… Parece que foi ontem que eu soube que você estava grávida. 

Alana – Nem me recorda, ficamos três dias no mar ao estilo “O Rebu”. Ainda bem que o suspeito apareceu, se não teríamos ficado mais dias, que over.  

Neronte – Não vejo a hora de sair daqui. E a minha mãe, como ela está? 

Alana – Na medida do possível bem, ela não quis ficar com o seu apartamento, segunda a própria era muito. Vendemos e ela comprou no antigo bairro que moravam uma casinha.  

Neronte – Pobre sai da pobreza mas a pobreza nunca sai da pessoa. Ainda me impressiono com gente de pouca ambição. 

Alana – Aonde a sua ambição lhe trouxe? Vale a pena mesmo?  

Olham ao redor. 

SP – PRESÍDIO FEMININO – INTERIOR – CELA MURYELLEN – MANHà

Carcereira se aproxima de cela lotada aonde Muryellen está. 

Carcereira – Nada como ter mãe famosa com peixada no governo para se dar bem. Comemore Muryellen vai responder em liberdade. 

CORTA PARA: SP – PRESÍDIO FEMININO – EXTERIOR – FRENTE – MANHà

Muryellen vê Tônia ao lado de carro, corre. 

Muryellen – Mãe você conseguiu me tirar daqui… Como fez? Fui condenada e iria mofar naquele inferno! 

[flashback não gravado on] 

Tônia faz amor com oficial da justiça. É um velho senhor de idade. 

[flashback não gravado off] 

Tônia – A sua mãe está velha mas ainda dô no coro querida. Desabrocha pra vida flor! Agora vamos porque hoje reestreio na TV. 

Se abraçam, felizes entram no carro. 

SP – MANSÃO BURLAMAQUI – EXTERIOR – JARDIM – MANHà

Aniversário de criança acontece no jardim. Vitório conversa com o filho no colo.  

Vitório – Um ano após a morte da mamãe Alexia, quem diria que você sobreviveria meu amor. Olha quem tá vindo, a mamãe Luiza… 

SONOPLASTIA: TEMA LUIZA & VITÓRIO – PHOTOGRAPH (ED SHEERAN)

Luiza abraça Vitório. 

Luiza – Não querem bolo de chocolate homens da minha vida? 

Luiza e Vitório se beijam. 

Luiza – Tá na hora dos parabéns! 

/CORTA Convidados cantam parabéns. CLOSET na felicidade de Luiza, Vitório e o filho, Vitório Junior. 

CORTA PARA: ALGUM LUGAR DO PLANETA – EXTERIOR – PRAIA – MANHà

Loira, Alexia toma champanhe em praia particular.  

Alexia – Amaldiçoo quem achou que eu estava morta, diva tomba mas levanta. Nem no inferno o Diabo me quis, ele detesta concorrência. Amor maior, venha brindar comigo!

O jogador de futebol, Cristiano Ronaldo que fazia embaixadas com a bola na praia, vai em direção a Alexia. Eles se beijam. Ela pisca e abre sorriso.

SONOPLASTIA: TEMA ALEXIA – ESPERTA (ANA CAROLINA)

CORTA PARA: FIM

ADNTV