Encontro com Fátima Bernardes 05/09/2014 – MC Gui estará no programa

O Encontro com Fátima Bernardes desta quarta 10, traz muitas atrações para que a sua manhã tenha ainda mais entretenimento e informação.

Tem o debate de mais alguns temas interessantes que são debatidos entre a apresentadora e seus convidados que falam mais sobre os assuntos do dia que são assuntos atuais que vem sendo debatidos entre a população.

E ainda tem muita animação para a sua manha com a participação de MC Gui que agita sua manhã com alguns de seus sucessos.

FASHION: Reexibição do Último Capítulo.

ELEONORA RISCA O FOSFORO E JOGA NA GASOLINA, O FOGO SE ALASTRA RAPIDAMENTE.

OS VIDROS ESTÃO ESTOURADOS, A FUMAÇA TOMA CONTA DO LUGAR.

 

CENA 01/EMPRESA TOP FASHION/SALA DE ELEONORA/DIA.

CONTINUAÇÃO…

Eduarda – O que você está fazendo?

Eleonora – Acabando com tudo isso aqui.

Eduarda – Eleonora como é que nós vamos sair daqui agora? Está tudo em chamas.

 

RECEPÇÃO…

Claudia – Gente a sala da Eleonora está pegando fogo.

Arlete – E cadê a Eduarda?

SALA DE ELEONORA…

Eduarda (gritando) – Socorro!

Eleonora – Vou te levar para o inferno comigo.

Arlete – Vamos ligar para o corpo de bombeiro.

Silvia – Daqui que eles cheguem, elas já morreram.

Eleonora – Eu vou sair daqui e deixar você ai pra morrer queimada.

PEDAÇO DO TETO CAI SOBRE ELA.

Eduarda – Eleonora?

 

CENA 02/DELEGACIA/DIA.

AFONSO E JOANA AGUARDAM PARA SEREM LEVADOS.

Delegado – Daqui a pouco a carona de vocês chega.

Joana – Eu vou voltar delegado e tenha certeza que vou acertar as minhas contas com você

Delegado – Está me ameaçando Joana?

Joana – Só estou te dando um toque.

ENTRA UM POLICIAL.

Policial – Delegado a viatura chegou.

Delegado – Pode leva-los

 

CENA 03/CASA DE AFONSO/DIA.

ANA CONSOLA FILIPE.

Filipe – Ela foi fria comigo. E ainda desfez de mim.

Ana – Não se preocupe, eu estou aqui com você agora. Vai ficar tudo bem você vai ver.

CLAUDETE INVADE A CASA ARMADA.

Filipe – Mãe?

Ana – Claudete o que é isso?

Filipe – Mãe você não estava presa?

Claudete – Claro que não. Aqueles policiais eram amigos meu.

Ana – E o que você veio fazer aqui?

Claudete – Eu vim dar um fim em vocês.

Ana – Como é?

Claudete – Cadê o Diego?

Ana – Está na rua.

CLAUDETE OFEGANTE.

Claudete (gritando ofegante) – Sentem os dois agora! Ou eu mato vocês… eu mato vocês!

Ana – Não teria coragem.

Filipe – Ana, não provoque.

CHEGA DIEGO.

Diego – O que é isso?

Claudete – Cala a boca entra logo e feche a porta. Senta aqui!

DIEGO PASSA AO LADO DE CLAUDETE. ELE PULA EM CINA DELA.

Ana – Diego?

DIEGO DISPUTA A ARMA COM CLAUDETE.

Filipe – Cuidado Diego.

DIEGO CONTINUA DISPUTANDO A ARMA COM CLAUDETE. ANA E FILIPE AFLITOS. DIEGO FICA POR CIMA DE CLAUDETE.

Filipe – Precisamos fazer alguma coisa.

TRÊS TIROS SÃO DISPARADOS.

 

CENA 04/TOP FASHION/SALA DE ELEONORA/DIA.

EDUARDA CONSEGUE SAIR E ARRASTA ELEONORA.

TODOS CONSEGUEM SAIR DA EMPRESA.

 

CENA 05/CARRO DA POLICIA/DIA.

JOANA ESTÁ SOZINHA NO CARRO COM O POLICIAL.

Joana – Se você me ajudar eu te ajudo.

Policial – Está falando comigo?

Joana – Te dou um milhão de reais para você me ajudar.

Policial – O que eu preciso fazer?

Joana – Peça a seu amigo lá do outro carro para parar e nos deixe fugir. Eu e o meu marido.  Eu passo no banco e saco o dinheiro.

Policial – Ok. (Pega o rádio) Carlos encoste ai preciso falar com você.

 

CENA 06/TOP FASHION/DIA.

OS BOMBEIROS APAGAM O FOGO.

ELEONORA FOI SOCORRIDA EM ESTADO GRAVE AO HOSPITAL.

 

CENA 07/CASA DE AFONSO/SALA/DIA.

CONTINUAÇÃO DA CENA…

ANA E FELIPE CORREM PARA SOCORRER-LOS. CLAUDETE FOI ATINGIDA POR DOIS TIROS

Ana – Diego?

Diego – Eu fui atingido Ana.

Claudete – Desculpa por tudo gente. Desculpa.

Filipe (chorando) – Mãe.

Claudete (sem força) – Eu te amo meu filho.

Filipe (chorando) – Eu também te amo minha Mãe.

Claudete – Me perdoe por tudo o que eu causei a você.

Ana – Está perdoada Claudete.

CLAUDETE MORRE NOS BRAÇOS DE FILIPE.

Ana – Eu vou te levar para o hospital.

ANA AJUDA DIEGO A CHEGAR AO CARRO.

CENA 08/CASA DE AFONSO/DIA.

EDUARDA CHEGA NA CASA DE DIEGO.

Eduarda – Oi gente.

Diego – Oi?

Eduarda – O que aconteceu com você?

Diego – Levei um tiro, mais não se preocupe eu estou me recuperando. E você como esta?

Eduarda – Estou bem. Não tive nada. A Eleonora que infelizmente não resistiu e faleceu anteontem.

Ana – Então gente vamos dar uma volta?

 

CENA 09/EM ALGUM LUGAR/DIA.

AFONSO E JOANA TENTAM ATRAVESSAR A FRONTEIRA.

Joana – Finalmente conseguimos.

Afonso – Vida nova.

A INTERPOL BARRA O BARCO.

Policial – Parados, vocês estão presos.

Joana – Eu não vou ser presa novamente.

JOANA SE JOGA NA AGUA E NADA TENTANDO FUGIR.

Policial – Peguem aquela mulher.

UM BARCO APROXIMA-SE DE JOANA. O POLICAL À PUXA PARA DENTRO DO BARCO.

Joana (histérica) – Não, eu não quero ser presa, me solta.

Fim dos personagens. 

 

CENA 10/FAVELA/DIA.

SONIA PASSEIA PERTO DE ONDE TINHA SUA CASA, JUNTO COM PIERRE, ARLETE E CLAUDIA.

Sonia – É aqui que a Eduarda morou comigo.

Pierre – E cadê seu marido?

Sonia – Fiquei sabendo que ele foi morto por dever ao tráfico.

Claudia – Coitado.

Pierre – Ah gente. Eu tenho uma surpresa para vocês.

Arlete – O que foi?

Pierre – Claudia eu quero te convidar a ser a nova diretora/presidente da Paris Fashion, aceita?

Claudia – Claro que eu aceito. Mas só se a Arlete e a Silvia for comigo.

Pierre – Claro que podem!

Claudia – Paris… ai vamos nós.

Pierre – E Sonia.

Sonia – Oi

PIERRE AJOELHA EM FRENTE A SONIA.

Sonia (sem jeito) – Pierre o que é isso? Você está me deixando sem jeito!

Pierre – Sonia você aceita se casar comigo?

Arlete – Nossa que lindo isso.

Claudia – Perfeito! Que lindo essa declaração.

Sonia – É que… eu…

Arlete – Aceita

Sonia – Eu aceito sim!

PIERRE E SONIA SE BEIJAM. OS QUATRO SE ABRAÇAM.

Fim dos personagens.

 

O DIA PASSA… CHEGA O FIM DA TARDE…

CENA 11/CORCOVADO/FIM DE TARDE.

EDUARDA E DIEGO, ANA E FILIPE CAMINHAM LADO A LADO INDO EM DIREÇÃO AO CRISTO REDENTOR

UM PÔR DO SOL LINDO.

Diego – É… aqui estamos, só nos quatro!

Eduarda – Nunca imaginei esse momento.

Ana – Eu também não. Estou agora ao lado das pessoas que eu mais amo.

Eduarda – Eu estou nessa lista?

Ana – Claro! Você e o Diego são os irmãos que eu não tive.

Filipe – Eu não imaginei que estaria aqui vendo esse lindo pôr do sol ao lado do Diego.

Diego –  A vida dá voltas meu caro.

Eduarda – Eu queria que a Eleonora e a Mical tivessem aqui ainda entre nos. Lutaria a cada dia para fazer essas duas se tornarem pessoas melhores!

Ana – Diego, eu te amo. Eduarda, eu te amo. Filipe, eu sempre vou te amar!

Eduarda – Diego, eu te amo. Ana, eu te amo. E Filipe… cuide bem da minha irmã!

Filipe – Diego, eu te amo. Eduarda, seja bem vinda e Ana… Te quero pro resto da minha vida!

Diego – Eduarda, Ana, Filipe… Eu amo todos vocês.

Ana – Eu tenho uma coisa para contar.

Diego – O que aconteceu?

Ana – Você vai ser titio

Filipe – O que?

Ana – É isso mesmo. Eu estou esperando um bebê!

Filipe – Seremos a família mais feliz do mundo.

ELES ADMIRAVAM O SOL ENTRE AS NUVENS, REFLETIDO NO MAR DANDO UM TOM ALARANJADO.

 

FASHION | CAPÍTULO FINAL

ELEONORA RISCA O FOSFORO E JOGA NA GASOLINA, O FOGO SE ALASTRA RAPIDAMENTE.

OS VIDROS ESTÃO ESTOURADOS, A FUMAÇA TOMA CONTA DO LUGAR.

 

CENA 01/EMPRESA TOP FASHION/SALA DE ELEONORA/DIA.

CONTINUAÇÃO…

Eduarda – O que você está fazendo?

Eleonora – Acabando com tudo isso aqui.

Eduarda – Eleonora como é que nós vamos sair daqui agora? Está tudo em chamas.

 

RECEPÇÃO…

Claudia – Gente a sala da Eleonora está pegando fogo.

Arlete – E cadê a Eduarda?

SALA DE ELEONORA…

Eduarda (gritando) – Socorro!

Eleonora – Vou te levar para o inferno comigo.

Arlete – Vamos ligar para o corpo de bombeiro.

Silvia – Daqui que eles cheguem, elas já morreram.

Eleonora – Eu vou sair daqui e deixar você ai pra morrer queimada.

PEDAÇO DO TETO CAI SOBRE ELA.

Eduarda – Eleonora?

 

CENA 02/DELEGACIA/DIA.

AFONSO E JOANA AGUARDAM PARA SEREM LEVADOS.

Delegado – Daqui a pouco a carona de vocês chega.

Joana – Eu vou voltar delegado e tenha certeza que vou acertar as minhas contas com você

Delegado – Está me ameaçando Joana?

Joana – Só estou te dando um toque.

ENTRA UM POLICIAL.

Policial – Delegado a viatura chegou.

Delegado – Pode leva-los

 

CENA 03/CASA DE AFONSO/DIA.

ANA CONSOLA FILIPE.

Filipe – Ela foi fria comigo. E ainda desfez de mim.

Ana – Não se preocupe, eu estou aqui com você agora. Vai ficar tudo bem você vai ver.

CLAUDETE INVADE A CASA ARMADA.

Filipe – Mãe?

Ana – Claudete o que é isso?

Filipe – Mãe você não estava presa?

Claudete – Claro que não. Aqueles policiais eram amigos meu.

Ana – E o que você veio fazer aqui?

Claudete – Eu vim dar um fim em vocês.

Ana – Como é?

Claudete – Cadê o Diego?

Ana – Está na rua.

CLAUDETE OFEGANTE.

Claudete (gritando ofegante) – Sentem os dois agora! Ou eu mato vocês… eu mato vocês!

Ana – Não teria coragem.

Filipe – Ana, não provoque.

CHEGA DIEGO.

Diego – O que é isso?

Claudete – Cala a boca entra logo e feche a porta. Senta aqui!

DIEGO PASSA AO LADO DE CLAUDETE. ELE PULA EM CINA DELA.

Ana – Diego?

DIEGO DISPUTA A ARMA COM CLAUDETE.

Filipe – Cuidado Diego.

DIEGO CONTINUA DISPUTANDO A ARMA COM CLAUDETE. ANA E FILIPE AFLITOS. DIEGO FICA POR CIMA DE CLAUDETE.

Filipe – Precisamos fazer alguma coisa.

TRÊS TIROS SÃO DISPARADOS.

 

CENA 04/TOP FASHION/SALA DE ELEONORA/DIA.

EDUARDA CONSEGUE SAIR E ARRASTA ELEONORA.

TODOS CONSEGUEM SAIR DA EMPRESA.

 

CENA 05/CARRO DA POLICIA/DIA.

JOANA ESTÁ SOZINHA NO CARRO COM O POLICIAL.

Joana – Se você me ajudar eu te ajudo.

Policial – Está falando comigo?

Joana – Te dou um milhão de reais para você me ajudar.

Policial – O que eu preciso fazer?

Joana – Peça a seu amigo lá do outro carro para parar e nos deixe fugir. Eu e o meu marido.  Eu passo no banco e saco o dinheiro.

Policial – Ok. (Pega o rádio) Carlos encoste ai preciso falar com você.

 

CENA 06/TOP FASHION/DIA.

OS BOMBEIROS APAGAM O FOGO.

ELEONORA FOI SOCORRIDA EM ESTADO GRAVE AO HOSPITAL.

 

CENA 07/CASA DE AFONSO/SALA/DIA.

CONTINUAÇÃO DA CENA…

ANA E FELIPE CORREM PARA SOCORRER-LOS. CLAUDETE FOI ATINGIDA POR DOIS TIROS

Ana – Diego?

Diego – Eu fui atingido Ana.

Claudete – Desculpa por tudo gente. Desculpa.

Filipe (chorando) – Mãe.

Claudete (sem força) – Eu te amo meu filho.

Filipe (chorando) – Eu também te amo minha Mãe.

Claudete – Me perdoe por tudo o que eu causei a você.

Ana – Está perdoada Claudete.

CLAUDETE MORRE NOS BRAÇOS DE FILIPE.

Ana – Eu vou te levar para o hospital.

ANA AJUDA DIEGO A CHEGAR AO CARRO.

CENA 08/CASA DE AFONSO/DIA.

EDUARDA CHEGA NA CASA DE DIEGO.

Eduarda – Oi gente.

Diego – Oi?

Eduarda – O que aconteceu com você?

Diego – Levei um tiro, mais não se preocupe eu estou me recuperando. E você como esta?

Eduarda – Estou bem. Não tive nada. A Eleonora que infelizmente não resistiu e faleceu anteontem.

Ana – Então gente vamos dar uma volta?

 

CENA 09/EM ALGUM LUGAR/DIA.

AFONSO E JOANA TENTAM ATRAVESSAR A FRONTEIRA.

Joana – Finalmente conseguimos.

Afonso – Vida nova.

A INTERPOL BARRA O BARCO.

Policial – Parados, vocês estão presos.

Joana – Eu não vou ser presa novamente.

JOANA SE JOGA NA AGUA E NADA TENTANDO FUGIR.

Policial – Peguem aquela mulher.

UM BARCO APROXIMA-SE DE JOANA. O POLICAL À PUXA PARA DENTRO DO BARCO.

Joana (histérica) – Não, eu não quero ser presa, me solta.

Fim dos personagens. 

 

CENA 10/FAVELA/DIA.

SONIA PASSEIA PERTO DE ONDE TINHA SUA CASA, JUNTO COM PIERRE, ARLETE E CLAUDIA.

Sonia – É aqui que a Eduarda morou comigo.

Pierre – E cadê seu marido?

Sonia – Fiquei sabendo que ele foi morto por dever ao tráfico.

Claudia – Coitado.

Pierre – Ah gente. Eu tenho uma surpresa para vocês.

Arlete – O que foi?

Pierre – Claudia eu quero te convidar a ser a nova diretora/presidente da Paris Fashion, aceita?

Claudia – Claro que eu aceito. Mas só se a Arlete e a Silvia for comigo.

Pierre – Claro que podem!

Claudia – Paris… ai vamos nós.

Pierre – E Sonia.

Sonia – Oi

PIERRE AJOELHA EM FRENTE A SONIA.

Sonia (sem jeito) – Pierre o que é isso? Você está me deixando sem jeito!

Pierre – Sonia você aceita se casar comigo?

Arlete – Nossa que lindo isso.

Claudia – Perfeito! Que lindo essa declaração.

Sonia – É que… eu…

Arlete – Aceita

Sonia – Eu aceito sim!

PIERRE E SONIA SE BEIJAM. OS QUATRO SE ABRAÇAM.

Fim dos personagens.

 

O DIA PASSA… CHEGA O FIM DA TARDE…

CENA 11/CORCOVADO/FIM DE TARDE.

EDUARDA E DIEGO, ANA E FILIPE CAMINHAM LADO A LADO INDO EM DIREÇÃO AO CRISTO REDENTOR

UM PÔR DO SOL LINDO.

Diego – É… aqui estamos, só nos quatro!

Eduarda – Nunca imaginei esse momento.

Ana – Eu também não. Estou agora ao lado das pessoas que eu mais amo.

Eduarda – Eu estou nessa lista?

Ana – Claro! Você e o Diego são os irmãos que eu não tive.

Filipe – Eu não imaginei que estaria aqui vendo esse lindo pôr do sol ao lado do Diego.

Diego –  A vida dá voltas meu caro.

Eduarda – Eu queria que a Eleonora e a Mical tivessem aqui ainda entre nos. Lutaria a cada dia para fazer essas duas se tornarem pessoas melhores!

Ana – Diego, eu te amo. Eduarda, eu te amo. Filipe, eu sempre vou te amar!

Eduarda – Diego, eu te amo. Ana, eu te amo. E Filipe… cuide bem da minha irmã!

Filipe – Diego, eu te amo. Eduarda, seja bem vinda e Ana… Te quero pro resto da minha vida!

Diego – Eduarda, Ana, Filipe… Eu amo todos vocês.

Ana – Eu tenho uma coisa para contar.

Diego – O que aconteceu?

Ana – Você vai ser titio

Filipe – O que?

Ana – É isso mesmo. Eu estou esperando um bebê!

Filipe – Seremos a família mais feliz do mundo.

ELES ADMIRAVAM O SOL ENTRE AS NUVENS, REFLETIDO NO MAR DANDO UM TOM ALARANJADO.

 

FASHION | CAPÍTULO 29 | Penúltimo Capítulo

O POLICIAL ACERTA UM TIRO NO PNEU TRASEIRO. AFONSO PERDE O CONTROLE DO CARRO E CAPOTA VARIAS VEZES.

CENA 01/CASA DE CLAUDETE/SALA/NOITE.

CLAUDETE ARRUMA AS COISAS PARA FUGIR, QUANDO CHEGA FILIPE.

Claudete (assustada) – Filipe?

Filipe – Aonde você acha que está indo?

Claudete – Eu vou embora antes que venham atrás de mim.

Filipe – Então é verdade? Tudo o que a Ana me contou é verdade?

Claudete – É.

Filipe – E porquê?

Claudete – Dinheiro, por dinheiro. Só por isso.

Filipe – E quando você pretendia me contar?

Claudete – Nunca. Eu nunca ia te contar. Você é imaturo Filipe, e está apaixonado por aquela garota.

Filipe – Você não é mais a minha mãe.

Claudete – Tudo bem, eu não me importo com isso. Sai da frente por que eu tenho que fugir.

Filipe – Você não vai fugir

CHEGA A POLICIA.

Delegado – Claudete, a senhora está presa.

Claudete – Foi você não foi, Filipe?

Filipe – Bem que eu queria ter feito isso.

Claudete – Isso não acaba aqui.

Filipe – Tenha certeza que não.

O POLICIAL LEVA CLAUDETE.

 

CENA 02/RUA/NOITE.

OS POLICIAIS DESCEM DO CARRO E VÃO EM DIREÇÃO AO CARRO DE JUAN.

Policial – Será que eles sobreviveram?

Delegado – Peçam socorro.

AFONSO E JOANA CONSEGUEM SAIR DO CARRO, QUE CONTINUA EMBORCADO.

Delegado – Sentem-se ai no chão os dois. O socorro está chegando.

Joana (chorando) – O Juan está morto.

 

CENA 03/CASA DE AFONSO/SALA/NOITE.

DIEGO CHEGA EM CASA.

Ana (corre para abraça-lo) – Diego!

Diego – Oi Ana.

Ana – Como você está meu irmão? O que você descobriu?

Diego – Vamos nos sentar.

Ana – Algo de grave?

OS DOIS SENTAM-SE.

Diego – A primeira coisa que eu tenho para te contar é que… Eu não sou seu irmão.

Ana – Como assim?

Diego – O Afonso e a Joana mataram meus verdadeiros pais.

Ana – Meu Deus. E por que fizeram isso?

Diego – Porque queriam herdar todo o dinheiro.

Ana – E tentaram te matar porque você era o único herdeiro?

Diego – É. E eu ainda descobrir que eu tenho uma irmã.

Ana – Mais você acabou de dizer que eu não sou a sua irmã.

Diego – E não é. A Minha irmã é a Eduarda.

Ana – Da Top Fashion?

Diego – É, ela mesmo.

Ana – Mas ela é outra herdeira então.

Diego – Só que a Joana e o Afonso, deram ela ainda criança a um casal na favela.

O CELULAR DE DIEGO TOCA.

Diego – Alô?!

Delegado – Diego?

Diego – Sim, Delegado.

Delegado – Temos uma má notícia.

Diego – O que aconteceu?

Delegado – Nos atiramos no pneu do veículo.

Diego – Sim. E o que aconteceu?

Delegado – O Carro capotou e o Juan acabou morrendo.

Diego – Só lamento por ele.

Delegado – O Afonso e a Joana serão levados para a delegacia e depois seguirão para o presidio.

Diego – Muito obrigado pelas informações.

Delegado – Disponha.

 

CENA 04/TOP FASHION/DIA.

EDUARDA, SONIA E PIERRE CHEGAM NA EMPRESA

Claudia – Eduarda!

Eduarda – Oi amiga.

Claudia – O que você vieram fazer aqui?

Pierre – Viemos pôr os pingos nos ‘is’

Arlete – Então vai ter muitos ‘is’.

Eduarda – Por que?

Claudete – A Eleonora atirou ontem na Mical.

Eduarda – Porque ela fez isso?

Arlete – Por que a Mical roubou ela.

Sonia – Que coisa em?

Eduarda – Bom eu preciso encontrar o Diego.

Claudete – Pra que?

Eduarda – Eu descobrir que ele é meu irmão.

Arlete – Sério?

ELEONORA ENTRA NA TOP FASHION PELO FUNDO E VAI PARA A SUA SALA.

 

CENA 05/HOSPITAL/DIA.

DELEGADO ACOMPANHA A SAÍDA DE JOANA E AFONSO DO HOSPITAL.

Delegado – Vamos. Me acompanhem.

Afonso – É… Chegou o nosso fim.

Joana – Não. Acho que ainda não é o nosso fim.

 

 

CENA 06/EMPRESA TOP FASHION/SALA DE ELEONORA/DIA.

Eleonora – Eu vou acabar com tudo isso aqui.

ELA COMEÇA A JOGAR GASOLINA POR TODA PARTE.

CHEGA EDUARDA.

Eduarda – O que você está fazendo?

ELEONORA RISCA O FOSFORO E JOGA NA GASOLINA, O FOGO SE ALASTRA RAPIDAMENTE.

FASHION | CAPÍTULO 28 | Últimos Capítulos

Afonso – Daqui você não sai vivo.

AFONSO PUXA UMA ARMA E APONTA PARA DIEGO.

Afonso – Dessa vez não terá erro.

CENA 01/CASA DE AFONSO/SALA/TARDE.

ANA AFLITA AO LADO DE FILIPE.

Filipe – O que está acontecendo Ana? Porque está assim tão aflita?

Ana – Eu vou te contar a verdade.

Filipe – Que verdade?

Ana – O Diego está vivo.

Filipe – Como assim vivo?

Ana – Sua mãe, junto com meus pais armaram para matar o Diego. Eu o ajudei a fingir a morte e armamos um plano para desmascarar os três.

Filipe – E porque eles fariam isso?

Ana – Ainda não sei. Mais o Diego está nesse momento frente a frente com os dois.

Filipe – E o que a minha mãe tem a ver com isso?

Ana – Ela ajudou em tudo e ainda atirou para matar o Diego.

 

CENA 02/CASA SIMPLES/TARDE.

A NOITE COMEÇA A CAIR NA CIDADE.

AFONSO APONTA A ARMA PARA DIEGO.

Diego – Então atira porque essa será a última coisa que você vai fazer. Eu posso não sair vivo, mas garanto que vocês também não vão.

Afonso – Do que você está falando?

Diego – Toda nossa conversa está sendo acompanhada por um delegado que está na casa da frente.

Afonso – Desgraçado.

Afonso dispara dois tiros no peito de Diego, e foge com Joana e Juan num carro.

 

CENA 03/CASA DE AFONSO/INICIO DE NOITE.

ANA RECEBE INFORMAÇÕES SOBRE DIEGO.

Ana (ao telefone) – Certo.

Filipe – O que aconteceu?

Ana – O meu pai atirou no Diego e fugiu no carro do Juan.

Filipe – E como está o Diego?

Ana – Ele está bem.

Filipe – Estava de colete?

Ana – Sim. Eles agora estão perseguindo o carro do Juan.

Filipe – Eu quero tirar isso a limpo com a minha mãe. Não consigo acreditar que ela tenha feito isso.

Ana – Eu sei que é difícil acreditar, mas é o que aconteceu.

Filipe – Eu vou pra casa resolver isso.

Ana – Eu vou com você.

Filipe – Não, Ana. Eu preciso resolver isso sozinho com ela.

Ana – Então eu vou esperar aqui. Boa sorte pra você.

Filipe – Obrigado.

Ana – Tenha cuidado.

Filipe – Pode deixar.

FILIPE BEIJA ANA E SAI DE CASA

 

CENA 04/EM ALGUM LUGAR DO RIO DE JANEIRO/NOITE.

ELEONORA ANDA NA RUA SEM RUMO E FALANDO SOZINHA.

Eleonora – Eu mandei aquela desgraçada pro inferno. Acabei com a raça dela. Tratamento? Que tratamento? Eu sou Eleonora, e não vai ser um câncer que vai me vencer. Não, não vai.

UM CARRO PASSA EM ALTA VELOCIDADE AO LADO DE ELEONORA, SEGUIDO DE UM CARRO DA POLICIA.

ELEONORA SE JOGA NO CHÃO ACHANDO QUE SERÁ PRESA.

Eleonora – Eles vão me prender, eles vão me prender.

 

CENA 05/PARIS/AEROPORTO/MADRUGADA.

EDUARDA CHEGA AO AEROPORTO E ENCONTRA PIERRE.

Pierre – Então, Vamos?

Eduarda – Pierre? O que você veio fazer aqui?

Pierre – Vou com vocês ao Brasil.

Sonia – Mas nós vamos para ficar

Pierre – Possa ser que eu também fique por lá.

Eduarda – E a Paris Fashion?

Pierre – Já está tudo certo não se preocupe.

Eduarda – Como assim?

Pierre – Eu vou nomear a Claudia como diretora/presidente da Paris Fashion.

Eduarda – Serio?

Pierre – É

Sonia – Vamos gente.

 

CENA 06/RUA/PERSEGUIÇÃO/NOITE.

AFONSO, JUAN E JOANA, ESTÃO NO CARRO FUGINDO DA POLICIA, UMA VIATURA OS PERSEGUE.

CARRO DE JUAN…

Joana – Vai Afonso pisa nesse acelerador, eles estão chagando.

Afonso – Eu estou tentando mais essa droga de carro não acelera mais que isso.

Joana – Temos que fugir.

Juan – Eu vou tentar arrumar um jato pra gente fugir.

Afonso – Boa ideia.

Juan – Vou ligar para um amigo meu. Afonso segue para o aeroporto mais próximo.

Joana – Como vamos saber que seu amigo vai ter um jato lá nós esperando?

Juan – Eu sou amigo de muitos deputados.

Joana – Vai Afonso.

CARRO DA POLICIA…

Policial – Vamos, não podemos deixar que eles fugam.

Policial 2 – Vou atirar no pneu do carro deles.

O POLICIAL COMEÇA A ATIRAR.

CARRO DE JUAN…

Joana – Eles estão atirando.

Afonso – Abaixem-se

O POLICIAL ACERTA UM TIRO NO PNEU TRASEIRO. AFONSO PERDE O CONTROLE DO CARRO E CAPOTA VARIAS VEZES.

FASHION | CAPÍTULO 27 | Últimos Capítulos

Joana – A Ana é nossa filha de verdade, ela não é a sua irmã.

Diego – O que?

Afonso – A sua verdadeira irmã é a Eduarda.

Diego – A Eduarda lá da Empresa?

Afonso – Sim, ela mesmo.

CENA 01/TOP FASHION/SALA DE ELEONORA/DIA.

MICAL ENTRA NA SALA DE ELEONORA.

Eleonora (surpresa) – O que você está fazendo aqui?

Mical – Vim devolver o seu dinheiro sujo.

Eleonora – Veio devolver o que restou né?

Mical – É.

Eleonora – Passa pra cá.

MICAL TIRA UM EMBRULHO DA BOLSA E ENTREGA A ELEONORA.

Eleonora – Muito bem. Eu tenho uma recompensa pra você.

ELEONORA PUXA UMA ARMA DE DENTRO DA GAVETA E DISPARA TRÊS VEZES EM MICAL

ALMOXARIFADO…

Arlete – Gente isso é tiro.

Claudia – Foi aqui dentro da empresa.

Silvia – Vamos lá em cima ver.

VARIOS FUNCIONARIOS ENTRAM NA SALA DE ELEONORA.

Eleonora (transtornada) – Vai pro ínfero sua desgraçada.

Claudia – Dona Eleonora o que foi que a senhora fez?

Eleonora – Acabei com a raça dessa puxa saco.

Arlete – Alguém liga pra emergência rápida.

Eleonora (Gritando histérica) – Saiam todos daqui.

ELEONORA ATIRA NAS PAREDES DE VIDRO QUEBRANDO-AS.

 

CENA 02/PARIS/CASA DE EDUARDA/NOITE.

Eduarda – Consegui comprar as passagens para viajar essa madrugada.

Sonia – Vamos arrumar logo as coisas. Já avisou ao Pierre?

Eduarda – Vou ligar pra ele agora e avisar.

EDUARDA LIGA PARA PIERRE.

Pierre – Alô?!

Eduarda – Pierre?

Pierre – Oi Eduarda.

Eduarda – Nessa madrugada eu embarco para o Brasil.

Pierre – Aconteceu alguma coisa?

Eduarda – Não, não. Eu só quero resolver algumas coisas.

Pierre – E volta quando?

Eduarda – Talvez eu não volte.

 

CENA 03/ CASA SIMPLES/TARDE.

CONTINUAÇÃO…

Diego – Como assim a Eduarda é a minha irmã?

Afonso – Quando eu mandei matar seus pais ela estava com nove mês de nascida.

Diego – E porque ela não foi criada por vocês?

Joana – Por que seria mais fácil dar cabo de um só.

Diego – Como assim?

Afonso – Nós entregamos a Eduarda para uma mulher criar lá na favela. Só assim não saberiam que ela também era herdeira.

Diego – E me deixaram como único herdeiro para depois me matar e vocês ficarem com o dinheiro?

Joana – Exatamente isso.

Diego – Vocês mataram meus pais por dinheiro? É por isso que eu nunca me dei bem com vocês.

Afonso – Nunca fomos ricos. Nós tínhamos inveja da herança do Rodolfo.

Diego – Sua irmã Joana, sua irmã. Como teve coragem?

Joana – A ambição pelo dinheiro falou mais alto.

Diego – Isso não acaba aqui.

 

CENA 04/EMPRESA TOP FASHION/SALA DE ELEONORA/TARDE.

MÉDICOS DÃO SOCORRO A MICAL, ELEONORA JÁ FUGIU DO LOCAL.

Claudia – Em que se tornou a Eleonora.

Arlete – Era o que a Eduarda sempre falava.

Silvia – Tá vendo Claudia, já pensou se é com você?

Claudia – Eu não puxava o saco dela.

Arlete – Puxava sim.

Claudia – Mas nem tanto.

Arlete – Só espero que a Mical sobreviva.

 

CENA 05/CASA SIMPLES/TARDE.

CONTINUAÇÃO DA CENA 03

Diego – Não acaba por aqui.

Afonso – O que você vai fazer? Vai finalmente nos matar como você sempre jurou?

Joana – É Diego, vai nos matar?

Diego – Eu gravei tudo o que vocês disseram. Tudo.

Afonso – E você acha que nós vamos deixar você sair aqui com essas revelações?

Diego – Claro que eu vou sair

ENTRA JUAN.

Juan – Não mesmo.

Diego – Juan?

Joana – Surpreso Diego?

Diego – Então é isso? Vocês três estão juntos nessa desde o início?

Joana – Desde que mudamos para o Rio que estamos juntos nessa com o Juan.

Afonso – Daqui você não sai vivo.

AFONSO PUXA UMA ARMA E APONTA PARA DIEGO.

Afonso – Dessa vez não terá erro.

FASHION | CAPÍTULO 26 | Últimos Capítulos

Pessoa – Chegou a hora da verdade.

ESSA PESSOA ENTRA NA CASA.

Pessoa – Muito bem Afonso e Joana, acaba aqui a farsa de você dois.

Afonso e Joana – Diego?

CENA 01/EMPRESA TOP FASHION/DIA.

DE VOLTA AO BRASIL ELEONORA CHEGA A EMPRESA.

Eleonora – Como é bom estar de volta.

Claudia – Dona Eleonora eu quero falar com a senhora.

Eleonora – Pode falar.

Claudia – Como a senhora demitiu a gente, eu queria que a senhora pudesse adiantar a nossa rescisão.

Eleonora – Pra que? Pra você irem correndo para a França?

Claudia – Sim.

Eleonora – Não. Vocês vão continuar trabalhando aqui comigo.

Claudia – Mais… eu já… Eu falei com a Eduarda.

Eleonora – Problema de vocês.

 

CENA 02/CASA SIMPLES/DIA.

CONTINUAÇÃO…

Afonso – Como você descobriu que nós estamos vivos e aqui?

Diego – Desde que forjaram a morte de vocês com a queda do avião, eu passei a ouvir as conversas da Claudete.

Joana – Sabia.

Afonso – Então você ficou sabendo que a gente mandou matar você?

Diego – Claro. A Claudete não foi fria o suficiente para me matar. Não foi inteligente em dar o tiro no coração.

Afonso – E eu mandei ela fazer direito.

Diego – Por que vocês fizeram isso? Porque fingir a morte?

Joana – Para poder ficar com tudo.

Diego – Tudo o que?

Afonso – Você não é nosso filho.

 

CENA 03/PARIS – EMPRESA PARIS FASHION/TARDE.

EDUARDA CONVERSA COM SUA MÃE SONIA.

Sonia – E as meninas vem mesmo?

Eduarda – Vem sim. Eu estou pensando em ir ao Brasil.

Sonia – Fazer o que no Brasil?

Eduarda – Quero pôr os pingos nos ‘is’.

Sonia – Eu também vou. Quero olhar na cara do Antônio e dizer tudo o que ele merece.

Eduarda – Vou comprar as passagens hoje.

 

CENA 04/CASA SIMPLES/DIA.

CONTINUAÇÃO DA CENA 02.

Diego – Como assim?

Joana – É isso o que você ouviu. Você não é nosso filho.

Afonso – Seus pais verdadeiros são a Stela e o Rodolfo.

Diego – Como?

Joana – Nós contratamos um homem para matar o Rodolfo e a Stela.

Afonso – No dia em que a Joana ia ser julgada por roubar dinheiro da Stela, foi o dia em quer mandamos cortar os freios do carro para matar os dois.

FLASH BACK – UM HOMEM DE PRETO NÃO IDENTIFICADO ANDA ESCONDENDO-SE, ENTRA EMBAIXO DE UM CARRO E CORTA O CANO DE FREIO.

 

CENA 05/EMPRESA TOP FASHION/ALMOXARIFADO/DIA.

ESTÃO ARLETE, CLAUDETE E SILVIA.

Arlete – Então é isso?

Claudia – Exatamente, ela nos readmitiu.

Silvia – Miserável.

DE SURPRESA CHEGA MICAL.

Claudia – Mical?

Mical – Oi gente.

Arlete – O que você veio fazer aqui?

Mical – Vim devolver o dinheiro da Eleonora.

Silvia – Mas esse dinheiro não é dela.

Mical – É também. Ela tem alguns por centos dessa empresa.

Claudia – E por que você veio devolver?

Mical – Não quero ser ruim como ela. Eu vou lá em cima.

 

CENA 06/CASA SIMPLES/DIA

Diego – Porque fizeram isso?

Afonso – Nós fizemos isso para ficar com todo o dinheiro. E matando você tudo ficaria mais fácil.

Diego – E a Ana?

Joana – A Ana é nossa filha de verdade, ela não é a sua irmã.

Diego – O que?

Afonso – A sua verdadeira irmã é a Eduarda.

Diego – A Eduarda lá da Empresa?

Afonso – Sim, ela mesmo.

 

FASHION | CAPÍTULO 25 | Últimas Semanas | Capítulo Especial

Eleonora – Então você me perdoa?

Eduarda – Eu perdoou mais antes eu preciso fazer isso.

EDUARDA ACERTA COM TODA FORÇA UM TAPA NO ROSTO DE ELEONORA QUE VAI AO CHÃO.

CENA O1/CONTINUAÇÃO DO CAPITULO ANTERIOR/NOITE.

EDUARDA ACERTA COM TODA FORÇA UM TAPA NO ROSTO DE ELEONORA QUE VAI AO CHÃO.

Eleonora – Por que você fez isso?

Eduarda – Pro perdão ser completo. Agora sim esta perdoada.

Eleonora – Você não deveria fazer isso.

Eduarda – Quando você volta pro Brasil

Eleonora – Amanhã, amanhã eu volto.

Eduarda – Boa Sorte lá na Top Fashion. Ah… Tem uma coisa. A Claudia, Arlete e Silvia vão vim trabalhar aqui comigo.

Eleonora – Mais eu ia recontrata-las novamente.

Eduarda – Ia.

EDUARDA PÕES ELEONORA PRA FORA DA SALA.

 

CENA 02/CASA DE AFONSO/COZINHA/NOITE.

CLAUDETE RECEBE NOVAMENTE A LIGAÇÃO.

Voz do Telefone – Então conseguiu descobrir alguma coisa?

Claudete – Ainda não. Eu vou tentar descobrir ainda essa noite.

Voz do Telefone – Trate logo de fazer isso. Não quero que nada dê errado.

Claudete – Certo, eu vou dar o meu máximo para descobrir pra onde a Ana foi.

Voz do Telefone – Se alguma coisa dê errado eu não vou aliviar para você.

 

CENA 03/PARIS/SALA DE EDUARDA.

EDUARDA LIGA PARA CLAUDIA.

Claudia – Alô?!

Eduarda – Claudia?

Claudia – Oi Eduarda. E ai alguma resposta?

Eduarda – O Pierre aprovou que vocês venham trabalhar aqui comigo.

Claudia – Nossa que bom. Vou avisar as meninas.

Eduarda – Calma Claudia, tem um problema.

Claudia – O que?

Eduarda – Não vamos poder custear a vinda de vocês pra cá.

Claudia – Eu acho que posso resolver isso.

Eduarda – Como?

Claudia –  Eu vou te contar a verdade. A Eleonora estava roubando a empresa desde que você foi embora.

Eduarda – Como assim?

Claudete – Ela criou um caixa dois e desviou uma boa quantia para esse caixa.

Eduarda – Isso é crime.

Claudia – É eu sei disso. E o pior você não sabe.

Eduarda – O que?

Claudia – A Mical aproveitou que a Eleonora foi ai e roubou todo o dinheiro do caixa.

Eduarda – e como você vai conseguir esse dinheiro?

Claudia – Vou atrás dela.

 

CENA 04/PARIS/QUARTO DE HOTEL.

ELEONORA ESTA ARRUMANDO AS COISAS PARA VIAJAR NO DIA SEGUINTE.

ALGUÉM BATE A PORTA. ELEONORA VAI ATENDER.

Eleonora – Já vai. Quem será? Não lembro de ter pedido nada.

ELEONORA ABRE A PORTA.

Eleonora – Mical?

Mical (entrando) – Oi Eleonora.

Eleonora – O que você… Como você conseguiu dinheiro pra vim?

Mical – Eu roubei o dinheiro do seu caixa dois.

Eleonora – Miserável como você teve coragem?

Mical – Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão.

Eleonora – Vagabunda eu vou acabar com você.

ELEONORA PARTE PRA CIMA DE MICAL. AS DUAS COMEÇAM A SE ESTAPEAR. MICAL JOGO ELEONORA DO CHÃO E COMEÇA A CHUTA-LÁ. ELEONORA PUXA O PÉ DE MICAL QUE TAMBÉM VAI AI CHÃO. ELEONORA SEGURA ELEONORA E DÁ VÁRIOS TAPAS NO ROSTO DE MICAL.

ENTRA UMA ARRUMADEIRA E SEPARA A BRIGA.

Eleonora – Eu vou acabar com você.

Mical – Faça isso agora porque não terá outra chance.

Eleonora – Do que é que você está falando?

Mical – Já está tudo certo, eu vou sumir no mundo.

MICAL VAI EMBORA SE ARRASTANDO.

 

AMANHECÊ O DIA…

CENA 05/CASA DE AFONSO/COZINHA/DIA.

ANA VAI À COZINHA TOMAR O CAFÉ DA MANHÃ AO LADO DE FILIPE.

Claudete – Bom dia.

Ana – Bom dia Claudete.

Claudete – Que horas você chegou ontem Ana?

Ana – Sabe que eu nem sei.

Claudete – E pra onde você foi?

Ana – Fui tomar um ar e ver um venho amigo.

Filipe – Venho amigo? Você não me falou sobre isso.

Claudete – Que amigo é esse?

Ana – Todos saberão na hora certa.

 

CENA 06/CASA SIMPLES/DIA.

A PESSOAL QUE CONVERSOU COM ANA NA CABANA CHEGA A FRENTE DE UMA CASA SIMPLES.

Pessoa – Chegou a hora da verdade.

ESSA PESSOA ENTRA NA CASA.

Pessoa – Muito bem Afonso e Joana, acaba aqui a farsa de você dois.

Afonso e Joana – Diego?

 

 

FASHION | CAPÍTULO 24 | Últimas Semanas

Ana – Eu preciso ir em um lugar.

Filipe – Pra onde?

Ana – Por favor Filipe, eu não posso falar agora.

Filipe – Eu vou com você.

Ana – Não. É melhor que você fique. Eu tenho que ir sozinha.

ANA SAI.

Filipe – Pra onde ela vai assim?

CENA 01/PARIS – FRANÇA/DESFILE DA PARIS FASHION/TARDE.

Eleonora – Vem pra você ver o que acontece.

Eduarda – Não quero estragar o desfile do Pierre.

O CELULAR DE EDUARDA TOCA.

Eduarda – Alô?

ELA LEVANTA-SE E VAI PARA UM LUGAR SEM BARULHO.

Eduarda – Alô?

Claudia – Eduarda?

Eduarda – Quem é?

Claudia – Sou eu a Claudia.

Eduarda – Oi Claudia, tudo bem?

Claudia – Não, não está nada bem. A Eleonora me demitiu. Demitiu a Arlete e a Silvia também, sem falar da Suzana e da Mical.

Eduarda – E o que eu posso fazer por vocês?

Claudia – O que você puder.

Eduarda – Não se preocupe eu vou falar com o Pierre e ver o que eu posso fazer. Deixa eu ir por que tenho que acompanhar do desfile.

 

CENA 02/EMPRESA TOP FASHION/ALMOXARIFADO/DIA.

CHEGA CLAUDIA.

Arlete – Então você consegui falar com a Eduarda.

Claudete – Sim eu consegui.

Silvia – E ai?

Claudia – Ela disse que vai falar com o Pierre.

Arlete – Vamos torcer para que ela consiga.

Claudia – Vocês não sabem o que eu vi lá em cima.

Arlete – Conta.

Claudete – A Mical roubou o dinheiro que a Eleonora passou para o caixa dois.

Silvia – Como assim?

Claudete – Ela consegui acessar o computador da Eleonora e roubou.

Arlete – Deixa pra lá. Elas que se entendam.

 

CENA 03/FLORESTA/CABANA ABANDONADA/TARDE.

ANA CHEGA COM O CARRO EM UMA CABANA, ELA DESCE DO CARRO E ENTRA NO LUGAR ABANDONADO.

Ana – Oi.

Pessoa – Não aguentou de saudades?

Ana – Não.

ANA ABRAÇA A PESSOA.

Ana – Está tudo pronto para o grande show. Tudo saiu como esperado?

Pessoa – Perfeito. Até agora está tudo dentro do que planejamos.

Ana – E quando você vai até lá?

Pessoa – Amanhã o show começa todos vão saber a verdade. Tudo será revelado.

Ana – Tenho que ir embora para ninguém desconfiar.

Pessoa – Até mais.

Ana – Até. Boa sorte.

Pessoa – Vou mesmo precisar de sorte.

 

CENA 04/PARIS – FRANÇA/DESFILE DA PARIS FASHION/TARDE.

O DESFILE CHEGA AO FIM.

Eleonora – Lindo evento. Poderíamos fazer um desse lá no Brasil

Pierre – Claro. Vamos ver isso depois.

Eduarda – Pierre posso falar com você em particular?

Pierre – O que aconteceu?

Eduarda – A Eleonora demitiu quatro funcionárias sem motivo a Top Fashion.

Pierre – E o que podemos fazer?

Eduarda – Eu quero trazer elas para trabalharem aqui comigo na minha equipe.

Pierre – Tudo bem, pode falar com elas.

 

CEAN 05/CASA DE AFONSO/SALA/TARDE.

ANA CHEGA EM CASA.

Filipe – Aonde você foi?

Ana – Fui me distrair um pouco.

Filipe – Sem mim?

Ana – Eu precisei ficar um pouco sozinha.

Filipe – Por favor Ana não faça mais isso.

 

CENA 06/CASA DE AFONSO/COZINHA/TARDE.

CLAUDETE FALA NO TELEFONE.

Voz do telefone – O que significa isso?

Claudete – Eu também não sei. Ela saiu de uma hora pra outra.

Voz do Telefone – Trate logo de saber o que essa garota está tramando, o que ela foi fazer e com quem foi se encontrar.

Claudete – Pode deixar eu vou procurar saber de tudo.

Voz do Telefone –  Não quero correr o riso, afinal estamos próximo.

 

CENA 07/PARIS/PARIS FASHION/SALA DE EDUARDA/NOITE.

EDUARDA E ELEONORA ESTÃO SOZINHAS NA SALA DELA.

Eduarda – Veio ver o meu sucesso de perto?

Eleonora – Pelo contrário, eu vim te pedir desculpa por tudo o que eu fiz.

Eduarda – É sério isso?

Eleonora – Sim é sério

Eduarda – O que fez você mudar?

Eleonora – Eu descobrir que eu estou com câncer de mama.

Eduarda – Ah. Você veio pedir desculpa por que está perto da morte?

Eleonora – Não. Eu não estou perto da morte. O meu câncer está no estágio zero.

Eduarda – E o que fez você mudar então?

Eleonora – Eu só tomei um choque de realidade depois que eu descobrir que tinha o câncer.

Eduarda – Ah tá sei.

Eleonora – Então você me perdoa?

Eduarda – Eu perdoou mais antes eu preciso fazer isso.

EDUARDA ACERTA COM TODA FORÇA UM TAPA NO ROSTO DE ELEONORA QUE VAI AO CHÃO.

 

FASHION | CAPÍTULO 23 | Últimas Semanas

Filipe – Por qual motivo ele se matou?

Juan – Não sabemos. Claudete você não ouviu nada?

Claudete – Não eu me recolhi logo depois que o Diego foi para o quarto descansar.

Ana (chorando) Isso não vai ficar assim.

NO DIA SEGUINTE…

CENA 01/FRANÇA – PARIS/EMPRESA PARIS FASHION/DIA.

ELEONORA CHEGA NA EMPRESA.

Eleonora – Bonne Journée (Bom Dia)

Pierre – Eleonora. Chegou na hora certa estamos indo para o desfile.

Eleonora – Oi Eduarda?

Eduarda – Oi Eleonora. Tudo bem?

Eleonora – Mais ou menos.

Eduarda – Está feliz com a morte do Afonso e da Joana?

Eleonora – Até que não. Estou mais feliz com a morte do Diego.

Pierre – O Diego morreu?

Eleonora – Ele foi encontrado morto no quarto. Dizem que ele se matou.

Pierre – Mon Dieu. Que coisa.

Eduarda – Coitado.

Pierre – E a Ana?

Eleonora – Tá namorando o filho da empregada.

Pierre – Que vida. Mon Dieu.

Eleonora – Vamos ou não ao desfile?

Pierre – Vamos.

 

CENA 02/CASA DE AFONSO/COZINHA/DIA.

CLAUDETE CONVERSA NOVAMENTE COM UMA PESSOA NO TELEFONE.

Voz do telefone – Como estão as coisas?

Claudete – Está tudo indo do jeito que havíamos planejado.

Voz do telefone – E como está a Ana?

Claudete – Ela está bem abatida e prometeu que vai investigar a morte do irmão.

Voz do Telefone – Não se preocupe com ela. A Ana é muito ingênua para fazer isso.

 

CENA 03/EMPRESA TOP FASHION/ALMOXARIFADO/DIA.

ARLETE CHEGA NO ALMOXARIFADO.

Arlete – Oi meninas.

Mical, Claudia e Silvia – Oi.

Mical – Então Silvia o que você vai fazer para nos ajudar?

Silvia – Eu pensei em a gente ligar para a Eduarda e pedir emprego lá em Paris.

Claudia – Você bateu a cabeça?

Arlete – Só pode.

Silvia – Gente não custa nada tentar.

Mical – Eu não quero sair do Brasil. Quer saber? Eu vou me virar agora mesmo.

Claudia – E você concordam que eu faça isso?

Arlete – Tenta ai.

Claudia – Vou ligar para ela.

 

CENA 04/TOP FASHION/SALA DE ELEONORA/DIA.

MICAL ENTRA ESCONDIDA NA SALA DE ELEONORA E FECHA A PORTA.

MICAL TENTA ACESSAR O COMPUTADOR DE ELEONORA.

 

Mical – Você acha que vai me deixa pra traz Eleonora? Não mesmo. Eu agora só preciso da sua senha.

MICAL TENTA VARIAS SENHAS.

Mical – Desgraçada. Última tentativa.

MICAL DIGITA A SENHA.

ACESSO PERMITIDO.

Mical – Consegui. Toma Eleonora. Agora você vai saber quem eu sou.

MICAL PASSA TODOS OS DADOS PARA UM PEN DRIVE.

Mical – Eu não vou sair por baixo mesmo.

MICAL SAI DA SALA E ESBARRA COM CLAUDIA.

Claudia – O que você estava fazendona sala da Eleonora?

Mical – Não é da sua conta. Vocês não iam ligar para a Eduarda?

Claudia – Estamos tentando. Mical o que você está aprontando?

Mical – Eu roubei todo o dinheiro que a Eleonora pôs no caixa dois.

Claudia – Isso é roubo.

Mical – Ladrão que rouba ladrão…

Claudia – Tem cadeia como direção.

Mical – Não, eu não vou pra cadeia. Se você me denunciar eu acabo com você.

MICAL VAI EMBORA.

Claudete – A Eleonora bem que merece isso.

 

CENA 05/PARIS – FRANÇA/DESFILE DA PARIS FASHION/TARDE.

PIERRE ENTRA PARA DAR INICIO AO DESFILE.

Pierre – Bonjour mesdames et messieurs. C’est un plaisir de vous apporter un peu de la mode qui est faite ici à la mode de PARIS. Avec une touche de brésilien notre styliste Eduarda, je Pierre JE commencer le défilé MODE DE PARIS 2014. (Bom Dia Senhoras e Senhores. É um prazer traze para você um pouco da moda que é feita aqui na PARIS FASHION. Com um toque Brasileiro da nossa Estilista Eduarda, eu Pierre dou início ao desfile PARIS FASHION 2014.)

 

O DESFILE COMEÇA.

Eleonora – Está se achando em?

Eduarda – Ao contrário de você eu nunca me perdi para estar me achando.

Sonia – Gente, o desfile está lindo, por favor não comecem a brigar.

Eleonora – Eu tenho uma novidade para você.

Eduarda – O que é?

Eleonora – Eu tenho 20% da Top Fashion. E antes de vim para Paris eu mandei suas amigas pro olho da rua.

Eduarda – Você não presta mesmo. Isso não vai ficar assim. Eu vou acabar com você.

Eleonora –  Então vem.

 

CENA 06/CASA DE AFONSO/QUARTO DE ANA/DIA.

ANA ESTA DEITADA NA CAMA COM FILIPE.

CHEGA CLAUDETE COM UM LANCHE.

Claudete – Ana eu trouxe um lanche pra você.

Ana – Obrigada Claudete, mas eu não estou com fome.

Filipe – Você precisa comer alguma coisa.

Ana – Não estou com fome. Eu preciso ir em um lugar.

Filipe – Pra onde?

Ana – Por favor Filipe, eu não posso falar agora.

Filipe – Eu vou com você.

Ana – Não. É melhor que você fique. Eu tenho que ir sozinha.

ANA SAI.

Filipe – Pra onde ela vai assim?