CLICHÊ ADOLE5CENTE – Capítulo 05

tecnoca5

UMA NOVELA DE JUH PRESTES


CLICHÊ ADOLESCENTE  – BOA ESCOLHA

#CA5 |CAPÍTULO_05

Com todos os alunos afobados com o resultado, Severo e Tereza sobem atém um pequeno palanque. A diretora pega um microfone e começa a anunciar o resultado. ÁUDIO OFF. Ouvimos apenas os batimentos cardíacos de Cat.

TEREZA: (OFF) Catherine Maria Silva.

Chocada com o resultado, a menina desmaia ali mesmo, no meio de todos.

CONTINUAÇÃO DESCONTÍNUA DA ÚLTIMA CENA DO CAPÍTULO ANTERIOR.

Com a imagem toda preta, ouve-se apenas as vozes de Tereza e do doutor João.

TEREZA: (OFF)  E então, amor, quando que a Catherine vai acordar?

JOÃO: (OFF) Questão de minutos. Não foi nada de muito grave, só uma queda de pressão.

Aos poucos, Cat vai abrindo os olhos, ainda zonza com tudo. Ela olha confusa para o casal, percebe estar deitada numa cama de quarto hospitalar.

CAT: (tonta) Oi? O que eu to fazendo aqui?

TEREZA: Finalmente você acordou, Cat. Você teve uma queda de pressão, mas já está melhor. Deve ser a emoção de entrar para o colé…/

Cat interrompe Tereza.

CAT: (eufórica) Eu passei? Ai que delícia! Eu sabia, amores. Sou a dangerous woman, rainha mesmo, né não?

Tereza e João se entreolham, surpresos com a reação de Cat. Ela levanta-se da cama, pega sua mochila e sai saltitando da sala. João e Tereza soltam pequenas risadas.

 

CORTA PARA/ AVENIDA.

Do lado de fora, Cat sai dançando pela calçada. Ela cumprimenta as pessoas enquanto dança. Cat acena para o ônibus, que para pra ela subir. Antes de passar na roleta, ela solta um falsete, fazendo com que todos a olhem assustados. Ela da um sorriso tímido e fofo e logo depois senta em uma poltrona, encosta no vidro e adormece.

 CENA 02. MANHÃ. RIO DE JANEIRO – SUBÚRBIO. EXT.

Carteiro distribui correspondências pelo Subúrbio carioca.

CORTA PARA/  CASA LETÍCIA.

Liz entrega correspondência à Letícia.

LETÍCIA: (surpresa) Correspondência, para mim mãe?

LIZ: É seu nome que está no destinatário, filha.

Curiosa, Letícia abre rapidamente envelope, lê documento e espanta-se

LIZ: (preocupada) O que de tamanha importância diz aí para você ficar com essa carinha?…

CLOSE em Letícia, perplexa.

 CENA 03. MANHÃ. RJ. COBERTURA AMARAL. SUÍTE JÚNIOR. 

Júnior sem camisa, faz som com sua guitarra.

JÚNIOR: (cantarola)  Eu vejo um novo começo de era…

                                                De gente fina, elegante e sincera

                                                       Com habilidade pra dizer mais sim do que não

                                            Hoje o tempo voa amor…

                                                        Escorre pelas mãos…

CORTA PARA/ SALA DE ESTAR.

Júnior em OFF continua a cantarolar.

JÚNIOR: … Mesmo  sem se sentir

Que não há tempo que volte amor

                                             Vamos viver tudo o que há prá viver…

Regina atende à porta.

REGINA: Filha, o que faz aqui?!

CAT: Eu consegui mãe, passei!

Felizes, se abraçam.

JÚNIOR: (cont.) …Vamos nos permitir… Vamos nos permitir .

ANOITECE…

 CENA 04. NOITE. RIO DE JANEIRO – SUBÚRBIO. EXT.

Fiéis pelas vielas do Subúrbio carioca.

CORTA PARA/ IGREJA EVANGÉLICA.

Homem de vestes conservadoras faz pregação em Culto evangélico. Na primeira  fileira está presente Efigênia e Raquel.

MOISÉS: (pregando) Aleluia, irmãos!

FIÉIS: Aleluia!

CORTA PARA/ IGREJA EVANGÉLICA. ENTRADA.

Fiéis começam à deixar culto evangélico.

EFIGÊNIA: Aí mãe, por favor, me deixa ir indo pra casa. Tô cansada!

RAQUEL: Espere só mais um pouco, Maria Efigênia. Eu e seu pai queremos apresenta-la a alguém.

Moisés aproxima-se delas, acompanhado de jovem rapaz.

MOISÉS: Filha, gostaria de apresentar-te esse jovem rapaz, qual eu e sua mãe escolhemos para ser seu namorado!

CLOSES ALTERNADOS entre Efigênia e jovem rapaz, por último foca na moça, atônita com notícia.

#CONTINUA AMANHÃ!


 

CURTA À PÁGINA DA WEB >> Fb.com/clichêadolescente

Escrita por
Juh Prestes

Direção
Vinny Lopes

Realização
Dramaturgia ADNTV 2016

Z8Y3HN5oKllVaiOPd7c2nw_r

CLICHÊ ADOLE5CENTE – Capítulo 04

tecnoca5

UMA NOVELA DE JUH PRESTES


CLICHÊ ADOLESCENTE  – BOA ESCOLHA

#CA5 |CAPÍTULO_04

Ônibus estaciona um quarteirão da entrada do Colégio Boa Escolha, Cat desembarca e saí correndo em direção à instituição. Ao se aproximar vê os portões do Colégio fecharem, desesperada saí correndo, parece atleta olímpica… Cat tropeça, assim se esborrachando no chão. Os portões fecham-se, ela chora.

CAT: (berra) Por que senhor?!… POR QUÊ?!

CONTINUAÇÃO DESCONTÍNUA DA ÚLTIMA CENA DO CAPÍTULO ANTERIOR.

Desolada por ter perdido o horário das provas, Cat ainda continua na fachada do colégio, porém espionando pelas gretas do portão. Após alguns instantes, ela nota que o zelador se prepara para levar o lixo para fora. Ele carrega consigo o latão de lixo e o coloca na frente do colégio. Uma moça passa por ele e inicia-se uma breve conversa. Ágil, Cat aproveita e corre para o lado de dentro. Close nela, que sorri aliviada.

CENA 02. MANHÃ. RJ. HOSPITAL. CONSULTÓRIO MÉDICO. JOÃO.

João sentado em seu consultório, observa diagnósticos de paciente. Alguém bate na porta e na sequencia adentra.

ANA: (entrando) Doutor João, podemos trocar umas palavrinhas?

JOÃO: Claro Ana, sente-se… (ela senta-se) Estava dando uma olhada nos exames da senhora Frida Guterres, e se a recuperação dela continuar progredindo dessa maneira não dou dois dias pra ela receber alta hospitalar!…

ANA: (tenta fingir contentamento) Que bom, doutor!

JOÃO: Esta acontecendo algo com você, Ana?

ANA: (recompõe-se) É… Assim… Eu queria pedir minhas singelas desculpas pelo meu atraso hoje, ando com alguns problemas familiares, mas prometo que isso não retornará a se repetir!…

JOÃO: Não se preocupe, minha querida… Quem nunca atrasou na vida? Não é mesmo?… (segura à mão de Ana) Agora relaxe, e melhore essa carinha, os pacientes precisam ver esse teu sorriso que já conta uns cinquenta porcento!

João e Ana se entreolham por um pequeno instante, ela abre um lindo sorriso e retira-se da sala.

CENA 03. MANHÃ. RIO DE JANEIRO – SUBÚRBIO. EXT.

Homem com vestes conservadoras anda pelas vielas do subúrbio, segura saco de pão francês.

CORTA PARA/ SOBRADO MOISÉS. QTO. EFIGÊNIA.

Trilha Sonora: (Água na Boca). Maria Efigênia solta seus cabelos longos, começa retirar suas vestes ficando somente de calcinha e sutiã. Sensualiza enfrente a espelho, ao som do funk.

EFIGÊNIA: (cantarolando) Ai papi, estoy muy louca… Mamacita, água na boca .

CORTA PARA/ SOBRADO MOISÉS. CORREDOR.

Mulher vestindo trajes conservadores aproxima-se de porta de cômodo, funk de cena anterior espalhasse pelo ambiente. Ela bate na porta, mas atitude é falha.

 RAQUEL: (batendo na porta) Maria Efigênia, abre essa porta… Abre a porta, filha!

CORTA PARA/ SOBRADO MOISÉS. QTO. EFIGÊNIA.

Maria Efigênia continua a dançar, sensualiza ao máximo. Funk para repentinamente, Efigênia vira-se e vê sua mãe.

RAQUEL: (espantada) Mas que pouca vergonha é essa aqui?… Responda-me Efigênia!

CLOSES ALTERNADOS entre RAQUEL e EFIGÊNIA, tensão.

CENA 04. MANHÃ. RJ. COLÉGIO BOA ESCOLHA. SALA DE AULA.

Diretor Severo e Tereza acabam de distribuir as provas seletivas. Os dois sentam em suas respectivas cadeiras. No mesmo instante, Cat chega na sala.

CAT:  (respiração afobada) Desculpem pelo atraso, eu fiquei presa no banheiro. Problemas femininos.

Antes que Diretor Severo respondesse à Cat, Tereza se pronuncia.

TEREZA:  Tudo bem, menina. Sou mulher e te entendo perfeitamente. Pegue sua prova na mesa e escolha uma das cadeiras vagas.

Cat sorri e dá um pequeno pulinho e abraça Tereza, que fica sem entender. Ela pega sua prova e se senta em uma das cadeiras.

  CENA 05. MANHÃ. RIO DE JANEIRO – SUBÚRBIO. EXT.

 Homem com vestes conservadoras adentra sobrado.

CORTA PARA/ SOBRADO MOISÉS. QTO. EFIGÊNIA.

Continuação descontínua

EFIGÊNIA: (choraminga) Tente me entender, mãe. Por favor!

RAQUEL: Você que precisa entender, minha filha. (convicta)… Você não é e nunca será como alguma outra garota de sua idade. Entenda isso. Você nasceu com o proposito, o de ser temente a deus. Nada e ninguém vão mudar seu destino!

HORAS DEPOIS…

CENA 06. MANHÃ. RJ. COLÉGIO BOA ESCOLHA. SALA DE AULA.

TEREZA: (OFF) Limite de tempo esgotado. Quem não terminou a prova, não termina mais. Em meia hora nós liberaremos o resultado. Peço que aguardem no pátio.

Todos os alunos saem da sala, inclusive Cat. Alguns frustrados por não terem terminado à tempo.

CORTA PARA/  PATIO.

Com todos os alunos afobados com o resultado, Severo e Tereza sobem atém um pequeno palanque. A diretora pega um microfone e começa a anunciar o resultado. ÁUDIO OFF. Ouvimos apenas os batimentos cardíacos de Cat.

TEREZA: (OFF) Catherine Maria Silva.

Chocada com o resultado, a menina desmaia ali mesmo, no meio de todos.

 

#CONTINUA AMANHÃ!


 

RECADO DA AUTORA

Queridos leitores, peço minhas singelas desculpas pela falta de publicação dos capítulos… Também aproveito essa oportunidade pra explicas os motivos desta republicação… Na verdade estou com problemas em meu PC há uma semana e sem querer acabei enviando um arquivo errado, culminando no capítulo postado na semana passada… Esse que postei hoje é o OFICIAL! Peço desculpas pelo transtornos!

ATENCIOSAMENTE, JUH PRESTES


* OBS: Infelizmente para este capítulo ainda não foi possível o término da vinheta de abertura da web-novela escrita por JUH PRESTES. Acreditamos que brevemente, ainda esta semana, ela esteja já disponível.

 

CURTA À PÁGINA DA WEB >> Fb.com/clichêadolescente

Escrita por
Juh Prestes

Direção
Vinny Lopes

Realização
Dramaturgia ADNTV 2016

Z8Y3HN5oKllVaiOPd7c2nw_r

CLICHÊ ADOLE5CENTE – Terceiro Capítulo

tecnoca5

UMA NOVELA DE JUH PRESTES

228 - Cópia - Cópia (6)

CLICHÊ ADOLESCENTE  – BOA ESCOLHA

 

#CA5 
CAPÍTULO_03

 

RENATA: (irônica) Prazo?! Você só pode estar de brincadeira comigo!… É isso né?!

HUGO: (sério) Por que estaria de brincadeira?! Nunca falei tão sério na minha vida! Eu quero o que é meu de direito! Eu vou tirar esse seu cabaço!

Renata ri, debocha na cara de Hugo.

HUGO: (cont.) Qual é a graça?! Não vê-jó motivo algum para você está fazendo essa cena patética!

RENATA: (séria) Hugo… Hugo… Hugo!… Você não aprendeu ainda que o mundo não gira em torno de você?!

HUGO: O que você quer dizer com isso?

RENATA: (firme) Acabou!

Hugo fica atônito com a resposta de Renata.

CONTINUAÇÃO DA ÚLTIMA CENA DO CAPÍTULO ANTERIOR

HUGO: Como assim, acabou?! Responda-me Renata!

RENATA: Acabou do verbo acabar!  Fim! Entendeu ou terei que desenhar?! Quer brincar de adivinha?!

HUGO: NÃO! Você não pode acabar com nossa história! EU SEI QUE VOCÊ ME AMA! (agressivo, pega o braço de Renata) Diga que me ama! DIGA!

RENATA: (encarando-o) EU GOSTO DE OUTRO, HUGO!

Hugo perplexo encara Renata receosa.

tumblr_merqmfdDpG1rjzv9zo1_500

3 DIAS DEPOIS…

CENA 02. MANHÃ. RIO DE JANEIRO – SUBÚRBIO. EXT.

Regina pelas vielas do Subúrbio, segura algumas sacolas de compras do supermercado.

CORTA PARA/ CASA  CAT.

Regina chega à sua casa, larga as sacolas sobre a mesa. Caminha até o único quarto da residência, onde encontra  Cat ainda a dormir.

REGINA: Catherine, acorda logo, está na hora! (balançando Cat) Acorda filha!

Cat desperta-se, assustada.

CAT: Que foi mãe? É bom ser importante, porque me acordar essa hora é sacanagem! Já disse que antes das dez ainda é madrugada.

REGINA: Levanta e arruma-se rápido, Catherine, ou você vai perder a prova do colégio dos granfinos!

Cat tenta argumentar, mas Regina a impede.

REGINA: (Cont.)  Levanta já, Catherine!

CENA 03. MANHÃ. RJ. CASA  RALF. SALA DE ESTAR.

Ana entra apressadamente na sala de estar, pega bolsa tiracolo largada sobre sofá e vai em direção à saída.

RALF: (Off/Preocupado) Vai para o trabalho sem tomar café, Aninha?! (revela-se) Saco vazio não para em pé, menina!

ANA: Não sei se você notou, mas eu já saí da caixinha de areia do parque e sei muito bem me virar sozinha. Sacou, Ralf?

RALF: Eu já notei isso, Ana, mas pra mim você continua sendo aquela menininha que veio morar comigo e com sua irmã, será sempre como uma filha pra mim!

Ana aproxima-se de Ralf, coloca suas mãos sobre o peitoral dele.

ANA: Você sabe bem…/

RALF: (interrompe) Ana, não toque mais nesse assunto, por favor, eu te peço.

ANA: E o que diabos eu vou fazer se o meu coração escolheu você, Ralf! (emocionada) Eu te amo e você sabe que eu não resisto a esse seu charme! E enquanto isso aqui (bate no peito) pulsar, eu te amarei!

CENA 04. MANHÃ. RIO DE JANEIRO – SUBÚRBIO. EXT.

Cat desce as ladeiras do Subúrbio, sorridente e cheia de determinação.

CORTA PARA/  CASA  CAT.

Regina enfrente a armário, retira caixa misteriosa e coloca sobre cama.

REGINA: (abre caixa, visualiza) Traste! Nós vamos dar a volta por cima, miserável!

CORTA PARA/  PONTO  DE  ÔNIBUS.

Cat espera sentada no ponto, ao avistar ônibus se aproximar dá sinal. O ônibus encosta, ela entra e transporte coletivo parte.

CENA 05. MANHÃ. RIO DE JANEIRO. PRAIA.

Linda manhã de sol na praia.  Trilha Sonora: (Glamour Tropical). Pedro, Kadu e alguns amigos participam de partida de voleibol.

KADU: (faz um passe) Manda ver, Pedrão…

Pedro saca, bola caí no campo adversário, ponto.  Equipe comemora.

KADU: É isso aí, brow!

AMIGO 1: Pedrão… É o cara!

AMIGO 2: (membro da equipe adversaria) Sorte, essa palavra define tudo! (equipe contraria zomba dele) Como diz aquele velho ditado popular “de virada é mais gostoso”!

PEDRO: (irônico) Hum, como ele entende de virada! (Galera à gargalhadas)/

AMIGO 2:  Tá me estranhando, mermão?  (imitando gay escandaloso) Mas você sabe né, Pedrão?!

Galera aos risos com a imitação de AMIGO 2.

CENA 06. MANHÃ. RJ. COLÉGIO BOA ESCOLHA. ENTRADA.

Ônibus estaciona um quarteirão da entrada do Colégio, Cat desce e saí correndo em direção ao colégio. Ao aproxima-se vê os portões do Boa Escolha fecharem, desesperada ela sai correndo, parece uma atleta olímpica… Cat acaba tropeçando, assim se esborrachando no chão. Os portões fecham-se, ela chora.

CAT: (berra) PORQUÊ SENHOR?! PORQUÊ?!

#CONTINUA AMANHÃ!

 

* OBS: Infelizmente para este terceiro capítulo ainda não foi possível o término da vinheta de abertura da web-novela escrita por JUH PRESTES. Acreditamos que brevemente, ainda esta semana, ela esteja já disponível.

 

CURTA À PÁGINA DA WEB >> Fb.com/clichêadolescente

 

Escrita por
Juh Prestes

Direção
Vinny Lopes

Realização
Dramaturgia ADNTV 2016

Z8Y3HN5oKllVaiOPd7c2nw_r

CLICHÊ ADOLE5CENTE – Segundo Capítulo

tecnoca5

UMA NOVELA DE JUH PRESTES

228 - Cópia - Cópia (6)

CLICHÊ ADOLESCENTE  – BOA ESCOLHA

 

#CA5 
CAPÍTULO_02

 

Renata atravessa a rua desatenta.

PESSOA: (grita) MOÇA A BICICLETA!

Ciclista tenta frear mas sua atitude falha e colidem. Rapaz revela-se.

PEDRO: MOÇA, VOCÊ ESTÁ BEM?

Renata e Pedro se entreolham.  Trilha Sonora: (Quase sem Querer).

CONTINUAÇÃO DA ÚLTIMA CENA DO CAPÍTULO ANTERIOR

Senhora aflita aproxima-se quebrando momento romântico.

SENHORA: Menina, você está bem?!

RENATA: Estou bem sim! Agradeço pela preocupação!

PEDRO: Tem certeza? Acho melhor leva-la ao hospital! A gente nunca sabe…

RENATA: Não! Não precisa mesmo, estou ótim…/

SENHORA: (interrompe) Precisa sim menina! Já chamei uma ambulância, e você seu moleque irresponsável é melhor acompanha-la, viu! Ou veras oque essa sombrinha pode fazer!

Senhora balança sombrinha, ameaçando Pedro.

CENA 02. MANHÃ. ANGRA. MANSÃO SAMPAIO. ÁREA EXTERNA.

Malana sentada à beira da piscina bebe champagne.

MALANA: Não avisei que não gostaria de ser incomodada, Olga?

OLGA: Desculpa-me madame mas é urgente! Acabei de receber uma ligação informando que a senhorita Renata sofreu um acidente!

CORTA PARA/ HOSPITAL. QTO. HOSPITALAR RENATA.

Deitada em maca hospitalar, Renata conversa com Pedro.

PEDRO: (irônico) Sério! Fiquei com medo daquela senhora, você viu o tamanho daquela sombrinha?

RENATA: (ri) Foi hilário mas confesso que no início fiquei assustada! Achei que você iria agredir a senhora! Já me preparava para apartar…

PEDRO: (irônico) Pelo jeito você não conhece mesmo o poder de uma sombrinha!

Eles riem.

ANOITECE…

CENA 03. NOITE. ANGRA. HOSPITAL. QTO. HOSPITALAR RENATA.

Malana entra no quarto acompanhada do médico que está cuidando de Renata.

MALANA: E aí doutor, qual foi o resultado dos exames?

MÉDICO: Então dona Malana… (suspira) O resultado dos exames foram ótimos! A senhorita Renata não fraturou nada, apenas teve pequenas escoriações mas nada de mais que deve maiores preocupações!

MALANA: Ou seja podemos ir para casa? (médico faz gesto concordando) Rê, minha querida vamos?

RENATA: Vamos sim tia! (P/ Pedro) Pedro, foi um prazer conhecê-lo!

Renata se dirige até Malana.

PEDRO:  Renata? (Ela vira-se) Amanhã tem um campeonato de surf na praia e eu estarei competindo, espero vê-lá!

RENATA: Claro… Eu estarei lá para te prestigiar!

Se entreolham sorridentes.

tumblr_m67kh7SzFM1qfm87to1_500.gif

AMANHECE…

CENA 04. MANHÃ. ANGRA DOS REIS. PRAIA.

Praia com grande movimentação, várias pessoas acompanham o campeonato de surf.  Pedro caminha pela praia a procura de Rê.  Kadu, Ralf e Ana conversam enquanto assistem um dos participantes do campeonato.  Pedro aproxima-se deles.

KADU: Nada da gata, brow?

PEDRO: Caminhei por toda praia e nada dela!… (decepcionado) Pelo jeito ela não veio!

RALF: Filhão, agora é melhor deixar a gata de lado e focar somente na competição!…

Em algum alto-falante anunciam que Pedro é o próximo a competir.

RALF: Agora pegue sua prancha e arrasa campeão!

ANA: Vai-lá Pedrinho!… A tia está aqui torcendo por você!

Pedro dirige-se com sua prancha para o local de inicio da competição, prepara-se, e entra no mar.  Ele domina as ondas fazendo a galera ir a loucura.

CORTA PARA/ PÓDIO.

Pedro acompanhado de outros dois surfistas sobem ao pódio. Ele ocupa o segundo lugar. Três belas garotas vestidas de havaianas sobem ao pódio e entregam as medalhas aos competidores finalistas.

CORTA PARA/ PRAIA.

Pedro comemora  com seus familiares pela medalha de segunda colocação. Um dos realizadores do evento aproxima-se de Ralf.

REALIZADOR: Como diz aquele velho ditado “Filho de peixe, peixinho é!”… Seu filho tem um grande futuro no mundo do surf, Ralf!… Parabéns!

Ralf mostra-se orgulhoso.

CENA 05. NOITE. RIO DE JANEIRO. EXT.

DIAS DEPOIS…

CORTA PARA/  MANSÃO  CORRÊA  VILELA.  SUÍTE  RENATA.

Renata está deitada de bruços em sua cama, mexendo em seu notebook. Alguém bate na porta do quarto e adentra, ela vira-se para ver quem é.

RENATA: Você?!… O que fazes essas horas da noite aqui?!

Hugo revela-se.

HUGO: Vim fazer uma visitinha para minha namoradinha!… E também avisar que seu prazo acabou!

RENATA: (irônica) Prazo?!… Você só pode estar de brincadeira comigo!… É isso né?!

HUGO: (sério) Por que estaria de brincadeira?!… Nunca falei tão sério na minha vida!… Eu quero o que é meu de direito!… Eu vou tirar esse seu cabaço!

Renata ri, debocha na cara de Hugo.

HUGO: (cont.) Qual é a graça?!… Não vê-jó motivo algum para você está fazendo essa cena patética!

RENATA: (séria) Hugo… Hugo… Hugo!… Você não aprendeu ainda que o mundo não gira em torno de você?!

HUGO: O que você quer dizer com isso?

RENATA: (firme) Acabou!

Hugo fica atônito com a resposta de Renata.

#CONTINUA AMANHÃ!

 

* OBS: Infelizmente para este segundo capítulo ainda não foi possível o término da vinheta de abertura da web-novela escrita por JUH PRESTES. Acreditamos que brevemente, ainda esta semana, ela esteja já disponível.

 

CURTA À PÁGINA DA WEB >> Fb.com/clichêadolescente

 

Escrita por
Juh Prestes

Direção
Vinny Lopes

Realização
Dramaturgia ADNTV 2016

Z8Y3HN5oKllVaiOPd7c2nw_r

CLICHÊ ADOLE5CENTE – Primeiro Capítulo (Estreia)

tecnoca5

UMA NOVELA DE JUH PRESTES

228 - Cópia - Cópia (6)

CLICHÊ ADOLESCENTE  – BOA ESCOLHA

A vida é cheia de escolhas, qual é a sua?

Após vários anos dedicados à educação carioca, Severo decide aposentar-se e coloca à venda o conceituado Colégio Boa Escolha. Os novos detentores da marca é o casal Corrêa VilelaTereza durante anos abdicou sua vida profissional para dedicar-se as tarefas familiares. João sempre reconheceu os esforços de sua esposa, como agradecimento decide realizar o sonho da amada comprando está instituição modelo em educação.

Renata (18 anos) é a heroína de nossa história, filha dos proprietários do colégio, é namorada do bad boy Hugo Amaral, um jovem inconsequente. No meio dessa relação encontra-se Patrícia Sampaio ou Patty, como a própria prefere ser chamada.

Patty é uma jovem invejosa e dissimulada, aparenta nutrir uma grande amizade por , mas no fundo é pura falsidade. Mantém um relacionamento secreto com Hugo, por quem se diz apaixonada.

Essa comédia romântica sofrerá um grande reviravolta assim que ficar cara-à-cara com seu verdadeiro amor, o jovem esportista Pedro Ribeiro.

 

#CA5 
CAPÍTULO_01

 

FEVEREIRO 2015

♥ CENA 01. MANHÃ. RIO DE JANEIRO. EXT.

Sequência de imagens da Cidade do Rio de Janeiro. Trilha Sonora: (Dias que virão)Diretor Severo sai à frente do Colégio Boa Escolha e coloca placa de venda em portão. Os dias passam rapidamente. Legenda: Dias Depois…

CORTA PARA/ COLÉGIO BOA ESCOLHA. CORREDOR.

Diretor Severo ajeita em parede quadro de formandos do ano de 2014.

DIRETOR SEVERO: Duda… Tato… Alx… Babalu…  Lara… Fred… Savana… Cléo… Kitty minha neta, sem vocês este colégio nunca mais será mesmo!

Tereza e João se aproximam do Diretor Severo.

TEREZA: Diretor Severo…?

Severo se volta para eles.

DIRETOR SEVERO: Senhor e Senhora Vilela?

Eles fazem que sim com a cabeça.

DIRETOR SEVERO: Estava a espera de vocês! Por favor, me acompanhem até minha sala…

♥ CENA 02. MANHÃ. ANGRA DOS REIS. PRAIA.

Sequencia de imagens de Angra dos Reis. Trilha Sonora: (Sol e Mar). Pedro e Kadu pegam onda juntos. Os dois dominam as ondas sobre suas pranchas. Eles saem de dentro do mar e sentam-se na areia, exaustos. 

PEDRO: Tá perfeito o mar hoje!

KADU: Perfeito? Tá mais que perfeito, Pedrão!

PEDRO: Se o mar estiver perfeito assim amanhã, tenho certeza que vem medalha brother! Tô começando a ficar confiante.

KADU: (irônico) Ainda possui dúvidas que vai levar essa medalha, brow?! A competição tá ganha e boto a minha mão no fogo!

Os dois riem.

CORTA PARA/ MANSÃO SAMPAIO. SUÍTE PATTY.

Hugo nu, dormi na cama de Patty. De pijama, ela adentra no quarto e acorda Hugo com um belo café da manhã.

PATTY: Bom dia meu amor… Olha só o belo café da manhã que preparei para você!

HUGO: (despertando-se) Café da manhã?! Patrícia Sampaio você perdeu o juízo?

Hugo levanta-se rápido da cama e começa a se vestir.

HUGO:  (irritado/ cont.) Já imaginou se a Renata nós vê assim?!

PATTY: (interrompe) Aceite de uma vez que é a mim quem você ama, é meu corpo que você deseja!

Hugo agarra Patty pelo pescoço.

HUGO: Aceita você! Pra mim você é só um passatempo! É igual uma destas putas que pego no calçadão, dou uma boa fudida e jogo fora! Entendeu?!

Se encaram.

♥ CENA 03. MANHÃ. RJ. COLÉGIO BOA ESCOLHA. ENTRADA.

Diretor Severo acompanha João e Tereza até a saída do colégio.

TEREZA: Então, amanhã cedinho passamos aqui para busca-lo pra assinarmos os papéis de compra…

DIRETOR SEVERO: (faz gesto, concordando) Estarei aguardando!

TEREZA: Foi um prazer conhecê-lo, Diretor Severo!…

DIRETOR SEVERO: O prazer foi todo meu, senhor e senhora Vilela…

JOÃO: A conversa está boa mas precisamos ir agora amor… Tá na hora do meu plantão no hospital!

TEREZA: Então, até amanhã diretor Severo…

Eles despedem-se.

♥ CENA 04. MANHÃ. ANGRA. MANSÃO SAMPAIO. ÁREA EXTERNA.

 Malana Sampaio faz seu dejejum matinal em mesa posta a beira da piscina.

MALANA: Meus pequeninos já acordaram, Olga?

OLGA:  Já sim madame. Eles acordaram logo que o sol nasceu, prepararam uma cesta de café da manhã e foram passear de iate!

CORTA PARA/ ANGRA DOS REIS. EXT.

Sequencia de imagens de Patty, Renata e Hugo em passeio de Iate. Eles divertem-se.

HORAS DEPOIS…

CORTA PARA/ IATE.

Hugo deitado sobre o colo de Rê, que come algumas uvas verdes.  Trilha Sonora: (Elle). Os dois trocam caricias e beijam-se. Patty que assiste a cena repudia.

PATTY: (Cínica) Não é querer atrapalhar o momento romântico do casal, mas não está na hora de voltar?!

HUGO: (Olhando p/ relógio de pulso) É… O tempo voo, assim como acontece todas às vezes que estou com você!

Hugo beija Renata e levanta-se, ele entra para área interna do iate.

PATTY: (Cínica) Desculpa-me amiga por ter atrapalhado… Você sabe, sempre que acontece isso fico me corroendo de arrependimento!

RENATA: Amiga , você não atrapalhou nada… Além disso eu e o Hugo temos todo tempo do mundo para ficarmos juntos!

Patty abre um sorriso cínico.

PATTY: (Off/Pensamento) AÍ QUE VOCÊ SE ENGANA, QUERIDA!

♥ CENA 05. MANHÃ. ANGRA. MANSÃO SAMPAIO. QTO. RENATA.

Renata arruma-se enfrente ao espelho, ela está vestindo somente uma camisa e a calcinha. Hugo entra aproxima-se dela e a beija.  Ele tenta a despir.

RENATA: Para Hugo! Para! Eu já disse que é pra parar!

Renata empurra Hugo.

HUGO: (irritado) Olha Renata, você tem dois dias… Dois dias para dar o que é meu de direito, se não…

RENATA: (interrompe) Se não, oque?

HUGO: Se não, acabou tudo entre nós!…

CORTA PARA/ ANGRA DOS REIS. EXT.

Renata atônita caminha pelas ruas da cidade de Angra dos Reis.

(Flashback)

HUGO: Você tem dois dias… Dois dias para dar o que é meu de direito, se não…

RENATA: (interrompe) Se não, oque?

HUGO: Se não, acabou tudo entre nós!…

(Fim do Flashback)

Renata atravessa a rua desatenta.

PESSOA: (grita) MOÇA HÁ BICICLETA!

Rapaz que vem na bicicleta tenta frear, mas sua atitude é falha e acaba atropelando Rê. Rapaz revela-se.

PEDRO: MOÇA, VOCÊ ESTÁ BEM?

Renata e Pedro se entreolham.  Trilha Sonora: (Quase sem Querer).

#CONTINUA AMANHÃ!

 

* OBS: Infelizmente para este primeiro capítulo ainda não foi possível o término da vinheta de abertura da web-novela escrita por JUH PRESTES. Acreditamos que brevemente, ainda esta semana, ela esteja já disponível.

 

CURTA À PÁGINA DA WEB >> Fb.com/clichêadolescente

 

Escrita por
Juh Prestes

Direção
Vinny Lopes

Realização
Dramaturgia ADNTV 2016

Z8Y3HN5oKllVaiOPd7c2nw_r