Amor Sem Fim – Capítulo 45

UMA NOVELA DE JHEFF REIS

Ú L T I M A S   S E M A N A S

228-copia-copia-6-copia


Cena 01 | Rua | Frente ao prédio de Cecília | Dia.

Continuação… Juliana encontra com seu pai Marcos.

Juliana – Pai é você?

Marcos – Como você sabe que sou eu?

Juliana – Cresci vendo fotos sua! Sou boa de fisionomia. Mas o que foi que aconteceu com você? Minha mãe disse que você tinha morrido.

Marcos – Na verdade ela tentou me matar!

Juliana – O que?

Marcos – Sua mãe disparou cinco tiros em mim no dia em que íamos assinar o divorcio. Ela não aceitava se separar de mim.

Juliana – E como foi que você sobreviveu?

Marcos – Um amigo viu tudo e me ajudou! Só que algum tempo depois ele faleceu e eu acabei indo morar na rua.

Juliana – E por que o senhor não voltou?

Marcos – A Cecília estava muito próxima do Toni e ela poderia acabar fazendo pior. Há alguns dias atrás ela me viu numa sinaleira e foi atrás de mim. Só que com a ajuda dos amigos que eu fiz na rua eu consegui fugir.

Juliana – A cada dia que passa eu descubro que a minha mãe é um verdadeiro monstro.

Juliana olha para Marcos analisando ele.

 

Cena 02 | Aeroporto | Dia.

João, Vicente e Laila chegam ao aeroporto e encontram-se com Marcelo.

Marcelo – Meninos? Aqui!

João – Oh nosso pai ali.

Eles vão ao encontro de Marcelo.

Marcelo – E ai? Vamos embora?

Vicente – Vamos sim né? Já estamos aqui mesmo.

Marcelo – Laila que cara é essa?

Laila – Quer mesmo saber?

Marcelo – Quero! Por que nos já conversamos sobre isso e eu espero sinceramente que não seja por que estamos indo embora.

João – Mas é!

Marcelo – Por que?

Laila – Por que não é fácil se mudar de uma hora pra outra assim! É uma vida que já temos aqui em Salvador e do nada nos vamos pro Rio de Janeiro.

Marcelo – Só posso te dizer uma coisa… O Rio de Janeiro vai trazer coisas boas pra vocês. Agora vamos que nosso vôo já vai decolar.

Eles seguem para o embarque.

 

Cena 03 | Rua | Frente ao prédio de Cecília | Dia.

Continuação… Marcos e Juliana conversam.

Juliana – O que o senhor pretende agora?

Marcos – Eu acho que já chegou à hora de todos saberem que eu não morri. Quero rever sua irmã Lívia.

Juliana – O Fábio também está por aqui. Ele namora a filha da tia Malu.

Marcos – E onde é que ele está?

Juliana – No hospital por que aconteceram algumas coisas ai com a Amanda.

Malu sai do prédio e dá de cara com Marcos e Juliana.

Malu – Marcos? Juliana?

Juliana – Oi tia!

Malu – Posso saber o que está acontecendo?

Marcos – Estou de volta Maria!

Juliana – E o que a senhora estava fazendo na casa de minha mãe?

Malu – Vim olhar na cara dela! E você marcos por que está assim?

Marcos – Uma longa história Maria, uma longa história.

Malu – Infelizmente eu não posso ficar agora. Tenho que ir. Até qualquer hora.

Marcos – Até!

Malu – E você Juliana… Quero conversar com você!

Juliana – Tá bom tia. Eu apareço assim que a senhora quiser.

Malu – Está bem! Até qualquer hora.

Malu vai embora.

Juliana – Vamos subir?

Marcos (Olha pra cima e pensa) – Vamos!

Juliana segura na mão de Marcos e os dois entram no prédio.

 

Cena 04 | Casa de Lívia | Dia.

Lívia anda de um lado a outro, ansiosa.

Lívia – Ai meu pai… Será que o Carlos conseguiu pagar esse terreno? Ele está demorando demais. Já sei vou ligar pra ele.

Lívia pega o celular e liga pra Carlos. Chama e Carlos não atende.

Lívia – Por que ele não atende?

Toca a campainha.

Lívia – Deve ser ele!

Lívia corre para atender.

Lívia (Abre a porta) – Fernando?

Fernando – Oi Lívia! Será que nos podemos conversar?

Lívia me mostra em duvida e fica pensativa.

Cena 05 | Casa de Cecília | Dia.

Cecília e Débora conversam. Débora está em pé, Cecília sentada no sofá.

Débora – O que foi aquilo? Sua irmã descontrolada batendo em todo mundo? Olha eu não conhecia esse lado a Malu.

Cecília – Nem eu!

Débora – Agora olha, olha bem pra mime veja o que ela fez.

Cecília – Pra você foi bem pouco! Você nos colocou nessa situação.

Débora – Agora a culpa é minha!

A campainha toca.

Débora vai atender.

Juliana (Entrando sozinha) – Bom dia!

Cecília – O que é que você veio fazer aqui?

Marcos (Aparece na porta) – Viemos te visitar!

Cecília levanta-se surpresa e encara Marcos.

 

Cena 06 | Casa de Lívia | Dia.

Continuação… Fernando aparece na casa de Lívia.

Fernando – Será que eu posso entrar pra gente conversar?

Lívia – Conversar o que?

Fernando – Me deixa entrar?

Lívia olha para Fernando por algum tempo e o deixa entrar.

Fernando entra e senta-se no sofá. Lívia fecha a porta e senta-se também.

Lívia – Então… O que você tem a me dizer?

Fernando – Nos fomos enganados!

Lívia – O que? Como assim nos fomos enganados?

Fernando – Eu e você! Nos fomos enganados pelo Carlos. Eu e ele estávamos juntos nessa de tirar o Henrique de você e ele de conseguir tirar uma boa grana.

Lívia – Eu não estou acreditando nisso!

Fernando – A gente ia dividir o dinheiro, mas ele fugiu com tudo e me traiu.

Lívia – Desgraçado! Como é que você teve coragem de fazer isso?

Fernando – Desculpa! Quando eu me neguei assumir o Henrique isso já fazia parte do plano do Carlos. E eu ter ganhando a guarda do Henrique… Foi planejado. O Carlos pagou uma boa grana pra que eu ficasse com a guarda do Henrique.

Lívia – E onde é que está o Carlos?

Fernando – Não sei!

Lívia levanta-se irritada!

Fernando – Tudo foi armado pelo Carlos e eu servi apenas de cobaia pra ele.

Lívia – E o que é que você veio fazer aqui?

Fernando – Eu vim te pedir desculpas!

Lívia – E por que eu deveria te desculpar? Você me enganou desde o inicio! E se o Carlos tivesse dividido do dinheiro com você eu duvido que você estaria aqui.

Fernando – Isso é verdade! Mas eu me arrependo de tudo isso! De tudo o que eu fiz e hoje eu vejo que mesmo que se eu pegasse o dinheiro… Eu ia me arrepender.

Lívia começa a chorar.

 

Cena 07 | Casa de Cecília | Dia.

Continuação… Marcos entra na casa de Cecília.

Cecília – Vocês?

Juliana – É! Está surpresa com isso?

Débora – E muito!

Marcos – Dá pra ver na sua cara o quanto você está surpresa em me ver ao lado na nossa filha.

Cecília – Você não deixou se influenciar pelas coisas que ele disse não é Juliana? Nada é verdade!

Juliana – O que não é verdade? Que você tentou matar ele?

Marcos – Vai mentir agora Cecília? Até quando?

Juliana – É dona Cecília até quando?

Marcos – Isso não importa mais! Depois que você foi atrás de mim naquela sinaleira eu decidi que vou retomar tudo o que é meu! Conversei com um amigo e ele já começou a fazer isso.

Cecília (Gritando) – Mentira! Isso é mentira! Não tem como você fazer isso. Você é um qualquer nas ruas do Rio de Janeiro e não tem capacidade pra isso.

Marcos – Então continue nesse pensamento. Acabou Cecília! Eu vou acabar com você.

Cecília respira fundo e encara Marcos.

 

FIM DO CAPÍTULO

Escrita por
Jheff Reis

Realização
ADNTV Ficção 2017

Anúncios

Um comentário em “Amor Sem Fim – Capítulo 45

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s