Fracasso no Brasil, Supermax dá traço na Argentina e leva surra de novela da Record

Cena da versão internacional de Supermax, dirigida pelo cineasta argentino Daniel Burman  - Imagens: Divulgação/Globo

Cena da versão internacional de Supermax, dirigida pelo cineasta argentino Daniel Burman

228-copia-copia-3-copia

Grande fracasso da Globo no ano passado, a série Supermax está dando vexame ainda maior na Argentina, o primeiro país a exibir a versão internacional da produção, gravada no mesmo presídio-cenário, com atores latinos e roteiro menos focado no sobrenatural. A obra, que pretendia ser um marco na internacionalização das produções da Globo, tem dado traço no Ibope em vários momentos é massacrada pela novela bíblica A Terra Prometida, da Record.

Exibida na Argentina pela TV Pública, emissora que “oferece uma programação baseada em critérios de qualidade e equilíbrio entre informação, formação e entretenimento”, Supermax tem marcado menos de 0,5 ponto de média em suas exibições nas terças, às 23h.

É um índice ruim até para a TV Pública, a menos assistida do país, que em 2016 teve média diária de 1,6 ponto, segundo dados da Kantar Ibope Media. Cada ponto equivale a 100 mil pessoas assistindo ao programa em todo o país. Ou seja: menos de 50 mil dos 46 milhões de argentinos vêem Supermax.

Líder no horário, a novela da Record A Terra Prometida (que ganhou o nome Josue y la Tierra Prometida por lá), exibida pela Telefe, frequentemente supera os 12 pontos. É um massacre.

Em busca de um público maior, a TV Pública passou a reprisar Supermax aos domingos, uma hora mais cedo. Curiosamente, a aposta tem dado certo: o quarto capítulo, que reapresentado no último domingo (30), teve média de 1 ponto, com picos de 1,3. A exibição original, no dia 25, teve média de 0,2, mas chegou a dar traço em seus piores momentos.

Com informações Daniel Castro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s