CLICHÊ 4DOLESCENTE – Capítulo 17

UMA NOVELA DE JHEFF REIS

228 - Cópia - Cópia (6)

CENA 01 – RUA – PRÓXIMO A CASA DE GUSTAVO – NOITE.

CLARISSE CAMINHA DE VOLTA PARA A CASA DE GUSTAVO.

CORTA PARA: CASA DE GUSTAVO

LUA – Eu vou atrás dela! A Clar esta demorando demais.

OUVE-SE DOIS TIROS.

GUSTAVO (Assustado) – CLARISSE!

GUSTAVO CORRE PRA RUA E VÊ CLARISSE NO CHÃO.

GUSTAVO (Gritando desesperado) – CLARISSE!

GUSTAVO E LUA CORREM PARA AJUDAR CLARISSE.

GUSTAVO – Clarisse?

CLARISSE – Oi amor!

GUSTAVO – Você está bem?

CLARISSE – Estou bem, estou bem! Eu só me joguei no chão por causa dos tiros.

GUSTAVO – Graças a Deus! Vamos pra casa.

CLARISSE – A sonsa já foi?

LUA – Ainda não!

GUSTAVO – Mas vai por que eu vou a fazer ir.

LUA – Vamos, vamos! Antes que role tiros novamente.

OS TRÊS SEGUEM PRA CASA.

MÚSICA – A PROCURA ACABOU – PÉRICLES

O DIA AMANHECE…

CENA 02 – COLÉGIO ELITE ALFA – DIA.

ALUNOS CHEGAM AO COLÉGIO.

SUELLEN ESPERA PELA CHEGADA DE JEAN.

SUELLEN – Cadê essa bixa que não chega?

JEAN APARECE.

SUELLEN (Vai em direção a Jean) – Amigo! Tenho muitas coisas pra te contar.

JEAN PASSA DEIXANDO SUELLEN ABATIDA.

SUELLEN – Jean? Jean? Deixa de marra e para com isso vai!

JEAN CONTINUA ANDANDO E SUELLEN VAI ATRÁS.

SUELLEN – Para com isso agora e eu te conto o que eu fiz ontem à noite.

JEAN (Para e vira-se para Suellen) – Só agora você quer me contar o que você foi fazer?

SUELLEN – É! Ai Jean, para com isso, tá? Não fui me encontrar com ninguém.

JEAN – Foi fazer o que então?

SUELLEN – Eu fui até a casa do Guto!

JEAN – Fazer o que lá?

SUELLEN – Estou fazendo exatamente o que me pediu. Me fiz de amiga e fui visitar a mãe do Guto. E você não vai acreditar no que aconteceu.

JEAN – O que? Você beijou o Guto na frente da Clarisse?

SUELLEN – Não, não foi isso! Mas a Clarisse me flagrou na cozinha com o Gustavo.

JEAN – Achou pouco!

SUELLEN – Estou indo com calma. Já deu pra sentir que ela não esta gostando.

JEAN – É a hora de separar os dois!

SUELLEN – Como?

JEAN – Vamos armar um flagra com a ajuda do Fabrício.

SUELLEN – Ele não vai querer nos ajudar.

JEAN – Vai sim! É só eu falar que vou dar uma chance a ele. Vamos andando que eu te conto como vai ser.

OS DOIS CAMINHAM CONVERSANDO.

 

CENA 03 – COLÉGIO ELITE ALFA – 3 ANO – DIA.

AULA DE MARCELO.

MARCELO – Pessoal quero avisar que na semana que vem começa a semana de provas. Nossa ultima aula é na sexta-feira, vou aproveitar para revistar todo o assunto da unidade. Mas agora vamos ao final do nosso ultimo assunto. Abram o livro na pagina cento e seis.

CONTINUA A AULA.

 

CENA 04 – BERLIN

LARA ESTÁ NO HOTEL, ELA LIGA PARA CASA.

LARA (Inicia a chamada) – Espero que o Alfredo atenda.

ALFREDO – Alô?

LARA – Alfredo, sou eu a Lara.

ALFREDO – Dona Lara. Finalmente! Estava esperando a senhora ligar. Como é que estão as coisas ai?

LARA (Ignora) – Me diga uma coisa… A Isadora apareceu ai?

ALFREDO (Sem entender) – Não senhora! Achei que ela estava ai.

LARA – Ela só me fez vim ate aqui pra ganhar tempo! Ela esta ai no Brasil. E já descobriu tudo.

ALFREDO – Tudo o que?

LARA – Tudo Alfredo! Tudo sobre o meu passado.

ALFREDO (Espantado) – E o que a senhora pretende fazer?

LARA – Se ela aparecer ai, a segure e não a deixe sair! Logo, logo estarei voltando ao Brasil.

ALFREDO – Sim senhora!

LARA – E não deixe a Clarisse saber de nada. Absolutamente nada!

ALFREDO – Pode deixar comigo!

LARA – Tchau!

ALFREDO – Tchau!

LARA ENCERRA A CHAMADA.

 

CENA 05 – COLÉGIO ELITE ALFA – INTERVALO – CANTINA – DIA

SUELLEN E JEAN CHEGAM A CANTINA.

FABRÍCIO – E ai o que vão querer?

JEAN – Eu quero conversar com você!

SUELLEN – E eu quero um suco de abacaxi.

FABRÍCIO PEGA O SUCO DE SUELLEN

JEAN – Seria possível?

FABRÍCIO – Claro! Mas tem que ser agora?

JEAN – Se não for agora, não pode ser depois!

FABRÍCIO – Tudo bem! Pode falar.

JEAN – Eu quero que você me ajude a dopar o Gustavo!

FABRÍCIO – Como é?

JEAN – É isso que você ouviu! Quero que você me ajude a dopar o Gustavo.

FABRÍCIO – Eu não posso fazer isso! O Gustavo é meu amigo, quase um irmão. Eu jamais faria isso com ele.

SUELLEN – Eu disse que ele não ia aceitar.

JEAN – Se você aceitar me ajudar nisso, eu falo aquilo que me pediu. Ainda faço completo.

FABRÍCIO – Eu não posso.

JEAN – Já esperava isso de você! Um idiota que só presta pra servir lances e suco, mais nada! Em pensar que eu podia confiar em você pra me ajudar. Saiba que aquele seu desejo eu JAMAIS vou realizar.

FABRÍCIO – Pode falar o que quiser de mim!

JEAN – Quando me ver olhe pro outro lado! Não quero mais que olhe pra minha cara e nem quero que dirija uma palavra a mim seu covarde. Vamos Suellen.

JEAN E SUELLEN SAEM.

SUELLEN – Poxa Jean, agora você pegou pesado com o coitado.

JEAN – Coitado de mim que estou cercado de idiotas incompetentes.

FABRÍCIO VEM ATRÁS DELES.

FABRÍCIO – Espera, espera!

JEAN – O que é que você quer? Não ouviu o que eu te falei?

FABRÍCIO – Eu aceito fazer o que me pediu! Eu vou dopar ele e o resto vocês fazem.

JEAN – Ótimo!

FABRÍCIO – E quando eu vou ter o que eu mereço?

JEAN – No dia seguinte! Depois que o meu plano der certo você terá o que merece.

SUELLEN ENCARA JEAN.

Escrita por
Jheff Reis

Liz Santos

Direção
Vinny Lopes

Z8Y3HN5oKllVaiOPd7c2nw_r

Anúncios

Um comentário em “CLICHÊ 4DOLESCENTE – Capítulo 17

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s