CLICHÊ 4DOLESCENTE – Capítulo 9

UMA NOVELA DE JHEFF REIS

228 - Cópia - Cópia (6)

CENA 01 – COLÉGIO ELITE ALFA – PAVILHÃO – DIA.

CONTINUAÇÃO… VANESSA CHANTAGEIA CLARISSE.

CLARISSE – Você está me chantageando, é isso?

VANESSA – Entenda como quiser! Eu quero é o dinheiro ou eu conto tudo para o Gustavo, só que antes conto pra Suellen.

CLARISSE – Tudo bem! Amanhã eu trago o seu dinheiro.

CLARISSE VAI EM DIREÇÃO A SALA, VANESSA VAI EM DIREÇÃO OPOSTA.

JEAN APARECE NA FRENTE DELA.

VANESSA (Surpresa) – Jean?

JEAN – Feliz em me ver?

VANESSA (Sem jeito) – Sim claro! Você não sabe o que eu descobri.

JEAN – Claro que sei. Eu ouvi tudo! Volta lá agora e desfaz o que acabou de fazer.

VANESSA – Mas é que…

JEAN (A interrompe) – AGORA ANIMAL!

VANESSA VAI ATRÁS DE CLARISSE.

CORTA PARA: VANESSA CORRE ATRÁS DE CLARISSE.

VANESSA (Ofegante e cansada) – Espera!

CLARISSE – O que você quer agora? Já falei que vou te dar o que você pediu.

VANESSA – Não precisa.

CLARISSE – O que?

VANESSA – Não precisa! Desculpa pelo que eu falei. Eu não quero seu dinheiro. Só tentei me aproveitar da situação, mas… Mas é que… Esquece não precisa do dinheiro

CLARISSE – Você vai contar tudo ao Gustavo ou a Suellen?

VANESSA – Não, não vou! Pode ficar tranquila.

CLARISSE – Vou confira em você.

VANESSA – Desculpa por tudo.

CLARISSE IGNORA E ENTRA NA SALA.

VANESSA OLHA PARA JEAN.

JEAN (Bate palma/Sussurrando) – Parabéns.

VANESSA VOLTA PRA SALA.

 

CENA 02 – COLÉGIO ELITE ALFA – SALA DE AULA 3º ANO B – DIA.

CHEGA O NOVO PROFESSOR.

MARCELO – Bom dia, bom dia, bom dia! Vamos entrando por eu já estou atrasado e vocês ainda mais.

OS ALUNOS TERMINAM DE ENTRAR NA SALA.

MARCELO – Bom dia a todos! Sou Marcelo. Professor Marcelo. Vou ser de hoje até o final do ano, eu acho. Sou o professor de matemática e estou aqui para substituir o “teacher” Macedo que teve que deixar você. Mas isso é o que menos importa agora, abras suas apostilas na pagina 25. Vamos começar com o assunto CIRCUNFERÊNCIAS E CÔNICAS: SIGNIFICADOS, EQUAÇÕES, APLICAÇÕES.

MARCELO CONTINUA COM A AULA.

 

CENA 03 – COLÉGIO ELITE ALFA – SALA DE AULA 3º ANO A – DIA

AULA DE ROBERTO.

ROBERTO – A paródia é uma estratégia expressiva de construção do texto que se caracteriza pela subversão da proposta do texto parodiado, ou seja, daquele que originou o novo texto. Embora se respeite o texto parodiado, o leitor consegue identificar a ironia dentro da semelhança. A Modernidade volta-se parodicamente para o século XIX, para o modo romântico de ver o mundo e, desse modo, lança um olhar irônico sobre o passado. Contudo, se olharmos a produção de poemas feita atualmente, veremos ainda o domínio dessa visão romântica e tradicional que associa o luar ao amor ou à beleza.

CLARISSE – Não é o que vemos em poemas como Satélite, escrito por Manuel Bandeira, que certamente encontramos em seu livro didático.

ROBERTO – Exatamente Clarisse!

TOCA O SINO. FIM DA AULA.

ROBERTO – Continuamos na próxima aula.

ALGUNS ALUNOS SAEM DA SALA.

 

CENA 04 – CASA DE LARA – SALA DE ESTAR – DIA.

LARA LÊ UMA REVISTA DE FOFOCAS.

LARA – “Mico do Ano: ex-atriz Lara, faz figuração, atrapalha gravação, dá banho de gasolina no elenco e no diretor e é expulsa dos estúdios de gravação por segurança”. Que morte trágica! Eu que dei meu sangue por essa emissora agora estou aqui estampada na capa de uma revista de fofocas.

ALFREDO – Não fique assim dona Lara. Não é o seu fim. Daqui a pouco o Adriano vai chegar com uma boa noticia para a senhora.

LARA – Alfredo, não me iluda.

CHEGA ADRIANO

ADRIANO (Chegando) – Lara, trago novas.

LARA – Boas novas?

ADRIANO – Infelizmente não. Trago uma noticia ruim e outra pior.

LARA ENCARA ADRIANO E ALFREDO.

CENA 05 – COLÉGIO ELITE ALFA – SAÍDA – DIA.

JEAN LEVA VANESSA PELO BRAÇO ATÉ SUELLEN.

SUELLEN – E ai alguma novidade?

JEAN – A Vanessa tem uma coisa pra te falar. (Bate nas costas de Vanessa) Anda sua rata fala logo.

SUELLEN – Fala Vanessa!

VANESSA – Eu sei que pagou o tratamento da mãe do Gustavo.

SUELLEN – E quem foi?

VANESSA – Foi a Clarisse!

SUELLEN – Como é? Essa desgraçada teve a coragem de fazer isso?

JEAN – Eu te falei. Mas não é só isso. Termine de contar Vanessa.

SUELLEN – Ainda tem mais?

VANESSA – Eu não ia te contar que foi a Clarisse que pagou o tratamento.

JEAN – Estava chantageando a Clarisse. Pediu dez mil reais em troca do silêncio dela.

SUELLEN – Vadia traidora!

JEAN – Só que a “Super Girl” aqui descobriu tudo.

SUELLEN – Então é assim, né Vanessa? Olha aqui sua vagabunda (Pega no pescoço de Vanessa) Eu só não vou faz nada com você agora por que eu estou tentando conquistar o Gustavo.

VANESSA – Tudo bem.

JEAN – Não vamos contar pro Gustavo.

SUELLEN – Como assim não vamos contar? O Gustavo odeia ela.

JEAN – Vamos tentar provar pro Gustavo que foi você Suellen que pagou o tratamento.

SUELLEN – E como é que vamos fazer isso?

JEAN – Vamos pra biblioteca, lá biblioteca eu te explico. E você Vanessa… Boca de siri.

OS TRÊS VÃO EMBORA.

 

CENA 06 – CASA DE LARA – SALA DE ESTAR – DIA

CONTINUAÇÃO…

LARA – Fala Adriano quais são essas noticias.

ADRIANO (Para Alfredo) – Prepara um calmante, por favor.

ALFREDO – Sim senhor.

LARA – Não precisa de calmante. Fala logo!

ADRIANO – A emissora decidiu não vai renovar seu contrato.

LARA – Isso eu já sei (Mostra a revista a Adriano).

ADRIANO – Só que eles ofereceram um contrato por obra. (Pega o contrato e entrega a Lara) Com esse valor como salário.

LARA – É menos da metade do que eu ganhava antes.

ADRIANO – Essa é a má noticia.

ALFREDO – Tem ainda a pior? Pior que isso impossível.

ADRIANO – A pior é que a emissora vice-líder em audiência também fez uma proposta.

LARA – Não existe a possibilidade de assinar contrato com a vice.

ADRIANO (Entrega a proposta) – Eles ofereceram um contrato fixo com esse salário.

LARA (Surpresa) – Jesus, Maria e José! É ainda maior do que eu ganhava na minha antiga emissora com contrato fixo.

ADRIANO – E é pra você fazer à egípcia. E ai?

LARA FICA EM DUVIDA.

 

CENA 07 – COLÉGIO ELITE ALFA – SAÍDA – DIA.

ESTÃO LUA E CLARISSE CONVERSANDO.

LUA – O que você vai fazer quando o Gustavo descobrir que foi você que pagou o tratamento da mãe dele?

CLARISSE – Falou nele. Olha ele ai.

LUA – Vou lá procurar saber sobre a mãe dele.

CLARISSE – Vai lá.

LUA SAI EM DIREÇÃO A GUSTAVO.

LUA – E ai Guto, tudo bem? Como está à dona Alaíde?

GUSTAVO (Se cumprimentar) – Oi Lu. Graças a Deus agora está tudo bem. A minha mãe já está na semi UTI se recuperando.

LUA – Ainda bem, Graças a Deus! Se não fosse a Clar que pagasse o tratamento…

GUSTAVO – O que?

LUA PÕE A MÃO NA BOCA, FICA SEM REAÇÃO.

 

Escrita por
Jheff Reis

Liz Santos

Direção
Vinny Lopes

Z8Y3HN5oKllVaiOPd7c2nw_r

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s